A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

08/09/2009 08:17

Oficial deve ir hoje à fazenda invadida por índios

Redação

Um oficial da Justiça Federal em Dourados deve seguir nesta terça-feira ao município de Rio Brilhante para informar aos índios guarani-kaiowá que ocupam a fazenda Santo Antonio de Nova Esperança que eles devem deixar a área imediatamente. Na semana passada, o juiz substituto da 2ª Vara Federal de Dourados, Fábio Rubem David Müzel, determinou a imediata reintegração de posse da fazenda, ocupada por 130 índios desde fevereiro de 2008.

A juíza Kátia Cilene Balugar Firmino havia marcado para a próxima quinta-feira uma audiência com representantes dos proprietários da área, dos índios, da Funai e do MPF (Ministério Público Federal) para tentar uma saída amigável. Entretanto, Fábio Rubem David Müzel acatou pedido do advogado Mário Julio Cerveira, um dos proprietários da fazenda invadida, e determinou o cumprimento imediato da decisão da presidente do TRF (Tribunal Regional Federal) da 3ª Região, em São Paulo, Marli Ferreira.

No dia 24 de agosto, depois de vencido o prazo de 90 dias para desocupação da fazenda, a desembargadora negou liminar ao recurso apresentado pela Funai e mandou a Justiça Federal cumprir o despejo.

Se os índios não aceitarem deixar a área amigavelmente, Fábio Rubem David Müzel já determinou que o oficial de Justiça requisite força policial para o despejo.

Ministério Público faz contrato de R$ 3 milhões com empresa de informática
O MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) firmou contrato de R$ 3,3 milhões com a empresa Click Ti Tecnologia Ltda. Com validade de seis me...
Novos critérios definem morte encefálica e afetam doação de órgãos
O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou hoje (12) critérios mais rígidos para definir morte encefálica. A mudança nos procedimentos tem impacto...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions