A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/06/2008 15:46

Olimpíada de Matemática: MS é destaque em participação

Redação

O ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, anunciou hoje (11) o resultado das inscrições da 4ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep).

Este ano, 18.317.729 alunos se inscreveram na competição, o que significa a participação de 10% da população brasileira.

Esse número de inscritos representa um milhão a mais de alunos participantes da olimpíada, em relação aos números do ano passado.

Alunos de mais de 40 mil escolas fizeram a inscrição (contra 38,5 mil escolas, em 2007), o que significa a participação de 72% das escolas públicas do Brasil e adesão de 98,7% dos municípios brasileiros.

O destaque é para o estado de Mato Grosso do Sul, onde 100% das escolas participam do processo. Em 2007, cerca de 120 mil professores colaboraram voluntariamente com a iniciativa, aplicando as provas.

A olimpíada acontece em agosto próximo e será dividida em duas etapas. A primeira parte é uma avaliação com questões de múltipla escolha para todos os participantes.

A segunda etapa consiste na aplicação de uma prova discursiva para os aprovados na primeira etapa. Sergio Rezende destacou que o evento é um estímulo para atrair jovens para a área de ciência e tecnologia, além de mobilizar estudantes e professores.

O ministro comentou a falta de profissionais na área de exatas e a importância de estimular a participação dos estudantes na olimpíada, que é um programa de melhoria do ensino de matemática.

"Hoje, há deficiência de pessoas para suprir o mercado de uma maneira mais ampla, nas indústrias. As universidades federais estão fazendo concursos agora, porque foram abertas milhares de vagas para professores e estão com dificuldade de encontrar gente com formação adequada", disse Sergio Rezende.

Além de mobilizar estudantes, o programa também incentiva os professores.

"Hoje existem cerca de 200 pólos espalhados em todo o Brasil, no qual professores de universidade ou professores mais dotados de escolas, participam de um programa permanente de acompanhamento de estudantes, que são premiados na olimpíada. Eles estão recebendo uma formação cada vez melhor e com isso chegando às universidades", disse Rezende.

O estímulo à competição já mostra resultados. No ano passado, o primeiro colocado no vestibular da UFMG, foi um aluno de escola pública, que tinha sido premiado com medalha de ouro na olimpíada de matemática.

Para o ministro, este é um exemplo de mobilização, que faz com que os estudantes tenham mais interesse na área de exatas.

Em 2007, três mil alunos receberam, além de medalhas, bolsas do CNPq, no valor de R$ 100 mensais, por um ano.

ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions