A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/03/2009 17:03

Operação "Corta Cerol" acontece no bairro Nova Lima

Redação

A operação "Corta Cerol", que foi deflagrada ontem na periferia de Campo Grande, acontece nesta tarde no bairro Nova Lima, saída para Cuiabá.

A operação está sendo realizada pela Polícia Civil, por meio da Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e a Juventude). Foram presos ontem seis maiores envolvidos com a prática do cerol. Um adolescente de 15 anos também foi flagrado utilizando o produto.

No bairro Nova Lima, os policiais trabalharão esclarecendo sobre o perigo do uso de cerol prendendo quem for pego utilizando a mistura de vidro moído com cola nas linhas das pipas.

A delegada Maria de Lourdes Souza Cano, da Deaij, explica que a fiscalização do uso de cerol ainda não é regulamentada, o que seria responsabilidade da prefeitura.

Porém, a prática do uso do cerol pode ser classificada como crime, ou como lesão corporal dolosa (quando há intenção de ferir) e tentativa de homicídio.

Também pode ser considerada, segundo a delegada, como homicídio doloso, quando vítima com morte, como no caso do motociclista Valdir Rodrigues Cavalcante, de 36 anos, degolado por uma pipa no último domingo (1°), no bairro Aero Rancho, em Campo Grande.

"Os maiores de idade tem consciência do perigo do cerol e, por conta disso, responderão criminalmente quando forem abordados utilizando o cerol. Já as crianças são orientadas para não utilizarem a mistura perigosa", disse a delegada.

Pelo artigo 132 do Código Penal Brasileiro, a prática de ação que "expõe a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente" é crime, podendo ser respondido com prisão de três meses a um ano.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions