A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

03/04/2018 18:57

Operação do exército reforça segurança na fronteira de MS

A “Ágata de Aço I” reuni efetivo de 600 militares no patrulhamento contra os crimes de narcotráfico, contrabando e descaminho, tráfico de armas e munições, dentre outros.

Adriano Fernandes e Helio de Freitas
Militares desempenham ações preventivas tanto no ar quanto nas estradas. (Foto: Divulgação) Militares desempenham ações preventivas tanto no ar quanto nas estradas. (Foto: Divulgação)

Operação do Comando Militar do Oeste, desencadeada nesta terça-feira (03), vai intensificar o patrulhamento na regiões de fronteira do Estado com o Paraguai.

Denominada “Ágata de Aço I” a operação reuni efetivo de 600 militares da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, e tem como objetivo principal coibir os crimes de narcotráfico, contrabando e descaminho, tráfico de armas e munições, dentre outros.

Aliada ao Sisfron (Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras ), a Operação Ágata vai intensificar a presença do Exército principalmente na faixa da Fronteira Oeste, por meio de operações militares e ações preventivas em conjunto com as demais forças e órgãos de segurança pública e agências federais, estaduais e municipais.

A Ágata faz parte do PPIF (Programa de Proteção Integrada de Fronteiras), e que foi criada por decreto em novembro de 2016 e acontece sob a coordenação e integração de representantes do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI).

Também da Agência Brasileira de Inteligência (Abin); do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas; da Secretaria da Receita Federal; da Polícia Federal; da Polícia Rodoviária Federal; da Secretaria Nacional de Segurança Pública; e da Secretaria-Geral do Ministério das Relações Exteriores.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions