A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

23/01/2009 14:08

Operação flagra devastação de floresta em Nioaque

Redação

A Polícia Civil de Nioaque desenvolveu nesta sexta-feira, às 11 horas, a Operação Madeira de Lei 2, no assentamento Andalúcia, localizado a 60 quilômetros da cidade. Três pessoas foram detidas, ouvidas e liberadas. Elas foram qualificadas como testemunhas.

Os policiais constataram a devastação da área, com extração de uma grande quantidade de madeira, sem autorização do Ibama para o corte. São espécies como ipê, ipiúva, peroba e aroreira. A polícia acredita que haja no local 5 metros cúbicos de madeira. Como há muita madeira, a prefeitura será solicitada para dar apoio no transporte dos troncos.

Uma motoserra e um trator foram apreendidos e foi constatado que duas pessoas estão envolvidas no crime ambiental. Uma delas é José Amaral Filho e o outro envolvido ainda não foi identificado. Ambos estão foragidos.

Nilson dos Santos Oliveira, que já havia sido preso na primeira edição da operação, em abril do ano passado, foi detido porque estava no local e está sendo ouvido. Ele é um dos suspeitos, mas não há provas, ainda, para que ele seja mantido preso, segundo a Polícia Civil. Em Nioaque é grande a incidência de desmatamento nos assentamentos rurais.

A pena prevista para este tipo de crime ambiental (Lei 9.605/98 Art. 38) é de um a três anos de prisão, além de multa.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions