A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

20/08/2009 08:17

Pais de Dudu acompanham depoimento de Cido e Holly Lee

Redação

Os pais do menino Luiz Eduardo Gonçalves Martins, de 10 anos, o Dudu, desaparecido em dezembro de 2007, acompanham nesta manhã os depoimentos dos principais acusados do assassinato do menino, José Aparecido Bispo da Silva, o Cido, e Holly Lee de Souza, 23 anos.

Também vão falar duas testemunhas de defesa e depois o processo segue para que o juiz determine se os réus vão a júri popular, se o processo precisa de mais elementos ou se vai inocentá-los.

A mãe de Dudu, Eliane Aparecida Martins, diz que a defesa teve dificuldades para encontrar alguém que testemunhasse em favor dos acusados e comentou hoje como é ficar frente a frente com os assassinos do filho. "Eu quero olhar na cara deles. Não é a gente que é bandido, são eles", disse.

O pai do menino, José Roberto Gonçalves, contou que depois que Dudu desapareceu Holly Lee aparecia de vez em quando em sua casa, de madrugada e dizia que queria ler a bíblia. Ele dizia que queria rezar para se livrar das drogas e pedia a bíblia que ficava na frente da foto de Dudu, mas o pai do menino recomendava que Holly Lee fosse para a igreja e se recusou a entregar a bíblia.

Nos autos consta que a morte de Dudu foi permeada por rituais de magia negra. Segundo os vizinhos, Cido era pai de santo e uma pessoa bastante temida.

José Roberto diz, ainda, que o irmão adolescente de Holly Lee costumava debochar do desaparecimento do menino e falava que daria informações de seu paradeiro se o pai do menino desse dinheiro. "Eu não desconfiava de nada e no entanto ele era um dos principais envolvidos", lamenta Roberto.

Estratégia

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions