A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/11/2009 08:59

Pais fazem reconhecimento de corpo achado em Paranhos

Redação

O indígena Bernado Vera, de 50 anos, foi convocado pela Polícia Civil para fazer hoje o reconhecimento fotográfico do corpo encontrado em Paranhos, cidade que fica a 472 quilômetros de Campo Grande. Ele pai de um dos professores indígenas desaparecidos durante confronto com segurança de fazendeiro, em Paranhos.

Segundo o delegado Valter Guelssi, de Paranhos, pelo menos 15 indígenas da aldeia Pirajuí prestarão depoimento na delegacia local durante toda esta semana. Entre eles, os pais dos professores Genivaldo Vera e Rolindo Vera.

Durante os depoimentos, eles serão apresentadas fotos do corpo encontrado pela Polícia local no sábado, enroscado ao galho de uma árvore, no córrego Ypoi, distante 30 quilômetros da área urbana de Paranhos.

A convocação da família para o reconhecimento ocorre um dia depois de sair o resultado da análise das digitais, feita pelo IML (Instituto Médico Legal) de Campo Grande.

Ontem as amostras foram periciadas, mas o resultado ainda não foi revelado, garante a Polícia Federal de Naviraí, que também investiga o caso.

Genivaldo Vera e Rolindo Vera desapareceram no sábado (31/10) à tarde após confronto com seguranças da fazenda. A área tinha sido invadida por grupo de 20 índios na quinta-feira (29/10) e foi expulso por seguranças armados. Os dois professores não voltaram para a aldeia.

Uma força-tarefa foi montada para investigar o caso e buscar os desaparecidos. A PF já constatou que houve realmente confronto armado, mas não divulga outros detalhes sobre a investigação.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions