ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  23    CAMPO GRANDE 30º

Cidades

Pais responsabilizam hospitais por morte de criança

Por Redação | 22/07/2008 15:52

Um diagnóstico incompleto, um procedimento não-autorizado e uma vida perdida: é o que alegam os pais do menino Lincon Soares de Lima, de dois anos e nove meses, que morreu na tarde de ontem, por meningite, na Santa Casa de Campo Grande.

O auxiliar administrativo Manoel Benedito Lima, de 28 anos, e a esposa, Fernanda Soares da Silva, de 25 anos, contam que na última terça-feira (15) levaram o filho, que apresentava febre muito alta, ao hospital São Lucas, na Capital, onde foi feito o diagnóstico de uma virose.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário