A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

01/08/2013 11:52

Pecuarista é indiciado por homofobia após agredir e arrastar filho de 16 anos

Edivaldo Bitencourt

Um pai foi indiciado pelo crime de homofobia após agredir e arrastar o filho, um adolescente de 16 anos, em Três Lagoas, a 331 quilômetros da Capital. O caso foi denunciado pela mãe do menino.

Conforme a Polícia Civil, na madrugada de segunda-feira (29), o pecuarista reagiu com violência ao descobrir que o filho é homossexual. Ele o agrediu e tentou tranca-lo em um quarto sem energia elétrica.

“"Ele bateu na cara do menino, derrubou ele no chão, montou em cima e continuou dando socos e tapas em seu rosto e humilhando, dizendo que ‘gay’ tem que apanhar mesmo, que é lixo, vagabundo”, relatou a mãe da vítima, conforme informações da Polícia Civil.

Os irmãos e a mãe do adolescente o levaram para a casa da avó. No entanto, o pai foi atrás e pegou o adolescente de novo. Ele o jogou no chão e falava que ele estava com o demônio no corpo. "Bateu a cabeça do menino no chão e dizia que estava endemoniado e que iria tirar o capeta dele na unha”, contou a mãe.

Após as agressões o adolescente foi levado para o hospital pelo próprio pai, que no caminho ainda ameaçou matar o filho caso ele não mude a orientação sexual. Segundo testemunhas o pecuarista amarrou uma corda na perna do garoto e ameaçou jogar ele para fora do carro e arrastar na rua.

O delegado da 1ª Delegacia de Polícia, Paulo Henrique Rosseto de Souza, indiciou o produtor rural por homofobia e tortura. O caso foi atendido pelo Conselho Tutelar. A mulher pediu a adoção de medidas protetivas porque está com medo do marido.

O delegado Paulo Rosseto explicou que o crime é muito grave e que a Polícia Civil tomará todas as medidas necessárias para reprimir qualquer forma de homofobia. "Ninguém pode ser discriminado por sua opção sexual, a qual deve ser respeitada por todos”, conclui o delegado.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


Como se não bastasse toda a dramaticidade do tema, teve um comentário que me deixou ainda um pouco mais preocupado com a tal "humanidade", teve comentarista que disse que: "o pai criou o filho para ser sucessor de fazenda", oras bolas, tenho pena de quem diz um absurdo desses, criar filhos para cuidar de coisas? Prefiro pensar que as coisas devem servir às pessoas e não as pessoas servirem às coisas. Penso que muita gente tem uma visão equivocada da razão pela qual vivemos, eu tenho filhos, aos quais amo mais do que tudo, que eu criei para que sejam felizes, e que façam outras pessoas felizes, que tenham a consciência que a vida é uma só é muito curta, não dá pra perder tempo. Não tenho filhos gays, mas antes que fossem gays e felizes do que enrustidos frustrados e infelizes.
 
Claudio Arantes - CG/Amambai em 02/08/2013 11:16:28
Lamentável, imagino que pra esse filho já devia ser difícil ser “diferente” num mundo cão como esse e quando mais precisava da compreensão do pai, eis que surge a besta fera e o massacra, mas o que eu acredito é que o autor tenha tentado fazer com o filho que o seu pai deve ter feito com ele e ele acha que funcionou, tanto deixou de ser gay (SQN) como passou a odiá-los. Agora o que me assusta mesmo são as duras críticas às diferentes opiniões, isso me lembra a Polícia do Pensamento do romance 1.984 de G. Orwell, onde as pessoas não poderiam se atrever a divergir da doutrina do partido, estando sob vigilância permanente do big brother e sujeito em qualquer momento a ser acusado de uma crimidéia. Não se deixe calar, manifeste sua opinião. Vivemos num país livre, laico e democrático.
 
Claudio Arantes - CG/Amambai em 02/08/2013 11:15:32
Sra Eneida Cristina, preconceito é de ordem moral, discriminação é crime. É um direito meu não gostar de A B ou C, o que eu não posso, não devo e não faço é discrimina-los por sua classe social, cor de pele, religião ou orientação sexual. A Sra tem todo o direito de não gostar de mim, pois isso não me prejudica em nada, o que me prejudica é ser discriminado é preterido em meus direitos. Não sei sua idade, mas nos idos dos anos 70, mulheres divorciadas eram vistas como aberração, a mídia nada fez e a sociedade naturalmente absorveu o fato. no caso dos homossexuais a mídia fica martelando que é bonito etc..pela minha criação e minha bagagem de vida, ainda vou demorar um tempo para aceitar tudo isso como NORMAL, mas não discrimino ninguém por isso.
 
Alex André de Souza em 02/08/2013 09:34:40
Eu deixei bem claro que não estava e não estou julgando a atitude do pai. Não sei em que condições se deu o fato. O que disse foi que a mídia fica dizendo que é certo é bonito etc...Não sei o tipo de educação desse pai, mas com certeza ele é contra a atitude do filho. Quem vai julgar a atitude do pai é a justiça e não as pessoas que estão julgado condenando e querendo executa-lo antes da hora. O que me refiro é ao fato em si. Não concordo com a atitude do pai mas não posso dizer que agiria diferente pois não sei o contexto do fato. Julgar sem saber os detalhes é fácil, agora ponham-se no lugar do pai. será que todos perdoariam e agiriam com a cabeça "fresca" ou tomariam uma atitude mais enérgica? A mídia tem culpa sim pois vive dizendo que isso é normal e bonito, mas não é.
 
Alex André de Souza em 02/08/2013 09:27:08
Lamentável que este tipo de situação ainda ocorra nos dias de hoje...simplesmente animalesca a atitude deste "pai". Tenho certeza de que é este filho "gay" que ira prover este pai em sua velhice.
 
Claudia Barros em 02/08/2013 08:17:38
Antigamente não existia tanto homossexual por causa disso, os pais educavam, esse homem agiu mais do que certo, a mão que alimenta é a mesma que educa. Parabéns ao pecuarista e aqueles que defendem o menor, é só adota-lo e levar pra casa.
 
Charles Luciano em 01/08/2013 23:10:38
Quanto mais GAY sobra mais muié pra nois uhu
 
Guilherme Bomfim dos Reis em 01/08/2013 22:56:13
É uma pena e triste ver que tem pessoas que concordam com o que esse pai fez. Ele acha que está acima do bem e do mal. Ele é o pai, mas não é o dono da vida do filho, pois Deus deu o livre-arbítrio para cada um de nós. Tenho pena desse pai.
 
Alianete Silva em 01/08/2013 21:57:42
Como se não bastasse toda a dramaticidade do tema, teve um comentário que me deixou ainda um pouco mais preocupado com a tal "humanidade", teve comentarista que disse que: "o pai criou o filho para ser sucessor de fazenda", oras bolas, tenho pena de quem diz um absurdo desses, criar filhos para cuidar de coisas? Prefiro pensar que as coisas devem servir às pessoas e não as pessoas servirem às coisas. Penso que muita gente tem uma visão equivocada da razão pela qual vivemos, eu tenho filhos, aos quais amo mais do que tudo, que eu criei para que sejam felizes, e que façam outras pessoas felizes, que tenham a consciência que a vida é uma só é muito curta, não dá pra perder tempo. Não tenho filhos gays, mas antes que fossem gays e felizes do que enrustidos frustrados e infelizes.
 
Claudio Arantes - CG/Amambai em 01/08/2013 20:10:06
É deus pra lá, deus pra cá e capeta pra cá, capeta pra lá, ainda acho que o problema começa aí, mas o buraco é mais embaixo, a atitude do pai foi lamentável, coitado do filho, que como se já não sofresse o bastante por ser "diferente" num mundo cão, ainda foi humilhado e agredido por quem deveria protegê-lo de todo mal. Mas concordo também com aqueles que dizem que vivemos uma ditadura tal qual no romance 1984 de G. Orwell, onde a Polícia do Pensamento monitora o comportamento das pessoas e ninguém pode ousar manifestar uma opinião divergente à doutrina do big brother, parece que nem sequer pensar, transforma-se isso numa crimidéia, pensem... vivemos num país livre, democrático e laico, todos temos direito de pensar diferente e de manifestar nossas opiniões, lute por isso, não se cale!
 
Claudio Arantes - CG/Amambai em 01/08/2013 19:56:42
Ele está totalmente errado onde já se viu alguém fazer isso com um filho... Não é uma coisa fácil se assumir agora ser quase morto espancado por quem deveria protegê-lo é outra história... Agora comentários como eu li dizendo que isso é heterofobia, que ele devia "corrigir" o filho sem tanta violência isso na minha opinião é loucura dessas pessoas. Não sou doente para ser curado por nada, e ainda dizer que por ser gay eles ficam com "safadeza" na rua e que os héteros não fazem isso? Me diga quando você sai com seu filho você não vê um casal hétero quase se engolindo na rua? Eu sou a favor realmente de não ficar se pegando na rua tanto héteros quanto gays... Não sou obrigado a ver um homem e uma mulher se pegando como animais assim como dois homens ou duas mulheres.
 
Erick Silva em 01/08/2013 19:48:23
Independentemente do motivo, qualquer tipo de violência injusta é condenável e deve ser punida.
 
Agatha Colt em 01/08/2013 19:40:10
Thais Sobrak , sinceramente eu não gostaria de ter uma pessoa igual a vc e suas ideias fazendo parte do meu circulo de amizades.
 
paulo lessa em 01/08/2013 19:27:32
Este pai, com certeza foi criado desta forma. Projetou seus sonhos não realizados e idealizou um futuro para o seu filho. Normal. Nenhuma decepção justifica uma agressão.
 
Marina Xavier em 01/08/2013 18:42:30
carícias ousadas e beijos mais calientes em plena praça de alimentação. É o ato em si e não a orientação que me incomoda. Determinados atos são mais íntimos e deveriam ser praticados com maior discrição. Muitos evocam Deus, Jesus e a Bíblia, mas adoram se esconder no anonimato da internet e proferir as palavras mais duras que um ser preconceituoso pode dizer. Todos temos preconceitos! A diferença está naquele que tem a mente aberta para aceitar que todos somos diferentes e que antes de tudo somos seres humanos. Se quisermos ser respeitados, devemos respeitar aos demais, em qualquer circunstância e não apenas quando nos convém. Respeitar não significa concordar e sim, dizer que apesar de não concordar, o outro ainda é um ser humano, diferente de mim, mas o é.
 
Marina Xavier em 01/08/2013 18:42:09
Lendo os comentários, vejo que poucos estão dispostos a efetivamente discutir a questão de forma madura. Nenhum pai ou mãe deseja ter um filho gay, assim como ele, se pudesse não o iria ser. O ser humano tem desde os primórdios o desejo de descendência, o que por vias naturais diretas não é possível entre um par homossexual. Nenhum ser humano quer ser renegado, tratado com desrespeito e escárnio como muitos homossexuais são. Até concordo que em alguns momentos ocorre certa heterofobia, mas são ínfimos esses casos. Discordo que casais hétero sejam mais discretos (vide micaretas, festas de peão, onde beijos e sexo em público já foram diversas vezes flagrados). Concordo que a discrição deve ocorrer em AMBOS os casos. Não gosto de ir ao shopping, por exemplo, e ver um casal hétero em carícias
 
Marina Xavier em 01/08/2013 18:41:29
bom vários comentários, uns absurdos de pessoas que vivem na era da pedra hehhe... mas eu como mãe, hhahha te juro que mesmo sem muitas forças e altura que não favorece muito hhehe (baixa) hhehhe... daria uma surra nesse homem hhehhhe.... chamava as vizinhas pra me ajudar hehhhehhe daí irias mostrar como se tira o capeta com as unhas hhehhhehhe...sabes, um dia um pai me disse: os meus amigos vão se afastar de mim. E, eu disse: então se isso acontecer porque não são seus amigos.
 
Dalva Santos em 01/08/2013 18:15:38
Democracia não é governo da maioria, ao contrário do que parece...
Democracia é governo do povo, governo de todos...
Isso significa que todos tem direitos, inclusive as minorias...
Isso significa que a maioria não pode sufocar as minorias, impondo a elas sua vontade...
Isso significa que a minoria deve ser respeitada...
Respeito, a minoria só quer respeito!
Eu sei, no Brasil é dificil pedir respeito... afinal aqui ninguém respeita os idosos, os deficientes, os homosexuais, as mulheres, os negros, as crianças...
Então as pessoas começam a achar normal um "pai" torturar o filho, e ainda querem dar lição de moral sobre a "família", os "valores"... Só lamento pela ignorância!!!
Santa Ignorância!
 
BRUNO SILVEIRA em 01/08/2013 18:06:22
Maior decepção da minha vida seria um filho meu me dizer que é homossexual, realmente violência não é justificável, mas cada um reage de uma forma, com certeza esse pai agiu sem pensar no calor do momento. Não é possível de uma hora pra outra achar natural o homossexualismo e querer mudar toda uma cultura e costumes da noite pro dia.
 
Paulo Ximenes em 01/08/2013 17:34:06
COITADOOOOO ........................ DO PAI É CLARO!!!
 
FELIPE MARTINS em 01/08/2013 17:24:39
Meu DEUS!

Onde estamos, pera-lá então se é para agir assim a ferro e fogo com esse pensamento e atitude retrograda,vamos agir com os homens que se dizem héteros sexuais e vivem deixando suas esposas e filhos em casa,para gastar dinheiro com mulherada em casas noturnas pagando cerveja e doses de Whisky, vamos bater a cabeça deles no chão arrasta-los também para ver se tomam vergonha na cara e param de serem sem vergonhas e desrespeitosos com suas famílias e esposas, garanto que os filhos até presenciam estes atos que a sociedade tradicional e com princípios diz que o homo sexualismo é abominável faz vista grossa vamos gente agir com igualdade já que ser gay é errado.
 
Nilson de souza em 01/08/2013 17:14:09
Tem pais que reprimem nos filhos seus "bichos", seus fracassos. Será que os homo fóbicos, não são verdadeiros enrustidos ???
 
MELISSA ANDRADE em 01/08/2013 17:10:02
O dia que esse pai estiver em cima de uma cama clamando por saúde, quem vai ajudá~lo deve ser um enrustido, tenho pena dele qdo estiver no inferno, não merece nem ser homem que dira ser pai.
 
celio silva em 01/08/2013 17:02:19
Reparem que o pai do garoto dizia que ele estava "endemoniado". Até quando a religião vai pregar o preconceito, discriminação e chamá-los de "Doutrina"? Engraçado que a algum tempo atrás os pobres, negros e pagãos eram discriminados e torturados da mesma forma que os homossexuais hoje. Ou os religiosos são muito Burros, ou são fracos de mais para encarar a realidade. Até quando vão usar essa doutrina para pregar o ódio e promover a segregação? Até quando vão matar em nome da fé? Lembrem-se de que todos nascemos puros, sem maldade, esses conceitos foram introduzidos na mente do pai desse garoto ao longo dos anos.
 
Jeferson Sales em 01/08/2013 16:57:35
Incrível como o ser humano tem uma tendencia para julgar e condenar aos outros por seus atos e suas diferenças. Como é difícil buscar aprender os ensinamentos de Jesus. Fomos criados à imagem e semelhança de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo, mas ainda não aprendemos a separar o pecado do pecador. Devemos rejeitar o pecado e AMAR ao pecador. Jesus fez assim. Nós também podemos fazer. Basta querermos aprender com Ele.
 
Marcio S Oliveira em 01/08/2013 16:52:37
Ñ, vou citar nomes pra ñ ficar chato, mas vai a minha resposta e indignação, pra todos que merecem.
Tenho uma filha, e se um dia ela chegar e me dizer que prefere meninas a meninos, vou ficar chateada é claro, mas ela nunca vai deixar de ser minha filha e te ter o meu amor, apoiaria com certeza, pois o que importa é o caráter ñ a opção sexual. Muitos pai preferem filhos bandidos, que bebem e matam no transito, estrupam, roubam por causa de drogas, deixa minha pergunta, isso é melhor do o seu filho ser gay?
Infelizmente ainda existem pessoas, ignorantes a esse assunto, tomem vergonha na cara, e aprendam a respeitar a escolha de cada um. E em nenhum momento o PAPA, disse, que casamento entre gays e coisa do demônio, ele disse. "se os gays procuram a Deus, quem sou eu pra ñ aceitar".
 
Liliane Moreira em 01/08/2013 16:50:07
AO PAI, COM MUITO CARINHO E RESPEITO, QUE PROCURE URGENTEMENTE, UMA IGREJA, QUE BATA NO diabo, (POMBA GIRA) mentirosa, enganadora, se possível, Igreja Universal, Mundial ou Internacional, que tranquilamente, tirará o diabo, que esta, querendo derrubar a sua casa, cuidado, mesmo, filho homem, tem que trabalhar no pesado, não pode ter moleza, precisa ser criado ao lado do Pai, não da mãe, que coitadas, acoitam tudo, veem coisas femininas nos filhos homens, e escondem, veem a mentira o roubo, e escondem do Pai, e dá nisso, Pai, urgentemente ao Altar de Deus, numa Igreja, que bata, contra essa pomba gira desgraçada, que esta querendo derrubar uma família, casa de Deus, Pai, seja enérgico, no altar de Deus, cuidado, com as Leis, desgraçadas da Terra, se não o senhor vai matar o seu filho.
 
PEDRO BRAGA em 01/08/2013 16:46:09
Por mais que um pai naum aceite esse tipo de coisa, naum deve espancar e violentar o filho assim. Essa atitude mostra que tipo de pai o rapaz teve, pra chegar a isso. Filhos devem ser amados, orientados, instruidos, e numa situação de desentendimento tem que haver diálogo, amor incondicional acima de tudo.
 
miriam galeski em 01/08/2013 16:45:43
Roberto Rodriguez, vamos ver se eu entendi
vc achou certo o pai ter espancado o garoto, humilhado, ameaçado de morte, perseguido o filho na casa da avó, mas considera o homsexualismo errado?
está na hora de rever seus conceitos
 
Daniel Pires em 01/08/2013 16:42:57
Coitado do rapaz, independente de sua opção sexual, o pai não teve compaixão do próprio filho, bateu, torturou por que sabia que o filho não iria aguentar com ele na porrada, esse cara é um covarde tem que pagar, justiça nele.
 
cris benevides em 01/08/2013 16:39:17
Triste o teor desta matéria pq retrata a dor q uma notícia dessa deve causar. Tanto um pai como uma mãe devem sofrer muito ! Mas, o amor é incondicional e o dever de um pai é amar seu filho q não pediu p vir ao mundo e o dever do filho é honrar pai e mãe. Independente da opção sexual o respeito entre ambos tem q existir. Só assim a paz volta a reinar na família!
 
LUCIANA DE ALMEIDA em 01/08/2013 16:38:53
Roberto Rodrigues, é por comentários inoportunos que nem o seu é que nós, os evangélicos, somos odiados. Amor e oração, nada mais resolve o homossexualismo.
 
Juliano Mero Silveira em 01/08/2013 16:34:27
Eu ...com certeza ficaria triste pq sei que meu filho iria sofrer preconceito..mas daria um abraço nele e diria que estaria sempre com ele e que iria ama lo sempre!!!!!!!!!!!!
 
LUCIANA FARIA em 01/08/2013 16:29:21
não sou a favor,nem contra,mas oque adianta ele querer corrigir o rapaz nessa altura do campeonato,se ele fosse um pai mais presente com certeza teria percebido que o filho era diferente dos os outros,ai sim daria tempo dele o corrigir sem essas agressões!pq na idade que o rapaz esta não mudara mais de opção sexual!!
 
gleidson souza em 01/08/2013 16:21:27
E se fosse seu filho?
 
Rosiane Lopes em 01/08/2013 16:14:52
A Ana Paula disse uma grande verdade e que acontece muito. Muitos preferem filho criminoso, defendem, e até acobertam.
 
Adriano Magalhães em 01/08/2013 15:57:30
Esse Roberto Rodrigues devia "pegar carona" e tbém ser indiciado com esse pai que agiu como um monstro. Pensar e dizer tbém é crime!
 
Andreza Arce em 01/08/2013 15:55:56
Incrível ler e ver quanto preconceito ainda existe! Thais Sobrak no minimo você dever ser uma evangélica mau amada, recalcada que nem depilação deve fazer, por achar que isso obra do diabo, cresce espiritualmente ou saia as ruas e coloque sua cara para todo mundo ver o tamanho do seu preconceito, ainda incentivando a violência( QUERO VER TER CORAGEM!). E aos homens dos comentários homofóbicos, algumas perguntas quantas vezes VOCÊ traiu sua mulher? Acha isso certo? Isso é coisa de Deus?... Aos outros, aliviado em saber que existem pessoas evoluídas nesse planeta.
 
Sergio Medeiros em 01/08/2013 15:42:15
momento Heterofóbico ? Que absurdo! olha a notícia o cara foi violentado por Homofobia. Nunca, nunca mesmo vi ninguém apanhando por ser heterossexual, sendo expulso de algum restaurante ou ficarem olhando torto. Prezado Fábio , creio que o mundo que vc vive é na sua cabeça né meu caro. Heterofobia? só na cabeça de alguns mesmo.
 
Emerson Torres em 01/08/2013 15:30:15
Tudo é muito fácil e tolerável desde que não seja conosco ou com nossa família... Esse pai surtou? Sim, surtou. Mas com razão, ele criou o filho para ser seu sucessor na lida com a fazenda e não esperava por isso. Mas daí a bater, foi mal, mesmo porque surra não leva a nada. Só piora as coisas. Essa mãe também errou não sabendo conversar com o filho que deveria manter sua opção pelo menos até ficar com maior idade. Esse filho tbém não soube esperar a hora e maneira certa de declarar ao pai, melhor seria ele ir estudar fora.
IMAGINE SÓ VC CRIAR UM FILHO (F-I-L-H-O) DEPOIS ELE CHEGAR PRA VC DESMUNHECANDO...
Vamos lá, prendam o pai, quero ver se essa família irá dar conta de tocar essa fazenda... Vão é destruir tudo...
 
Angélica Nunes Dourado em 01/08/2013 15:29:13
Quem somos nos pra julgar uns aos outros o tempo que ele foi bater nesse filho desse mais carinho e atenção pra ele porque filho é filho não importa a forma que ele é gay lésbica isso não importa porque ele nunca vai deixar de ser seu filho
 
ivonete gomes pedro em 01/08/2013 15:27:56
Com certeza esse pai foi presente na vida do seu filho, em todos os momentos estava junto, dando carinho, orientação e acima de tudo sua amizade. O SER HUMANO é homem para cobrar a suposta humilhação que ele terá de seus amigos... Vergonhosa essa atitude animal, alias acredito que animal não faira isso, jamais. Que essa mãe tenha muita força para seguir a sua vida com seu filho, independente de qualquer situação. Não sou a favor, mas sou contra a pais ausente na vida de seus filhos, que acham que só pelo fato de estar criando já basta. Colocou filho no mundo tem que ser responsável e cobrar as atitudes que ensinou, mas se não participou, não tem direito de querer cobrar... Quem sabe o tempo que deve ter passado na ZONA evitaria isso se estivesse ao lado do seu filho!
 
Roberto Martini em 01/08/2013 15:27:00
Ser gay é normal, mas longe de mim .kkkkkkkkkkkkkkkk
 
edson moreira em 01/08/2013 15:25:05
A mesma "pouca vergonha" que vc,eu e todo o resto do mundo gosta Thais Sobrak, SEXO.
gays tb têm o direito de serem felizes, de terem famílias e de levarem a vida como se sintam bem.
 
Luana Montes Leal em 01/08/2013 15:20:37
Se Deus existe mesmo, foi ele que inventou a homossexualidade. As pessoas nascem assim e pronto. Respeito é o mínimo que todo ser humano merece. Violência é coisa do capeta, se é que ele existe.
 
Anita Ramos em 01/08/2013 15:14:04
Roberto rodrigues, para alguém achar correta essa atitude, deve ser um selvagem sem a menor inteligencia, pensa antes de propagar a violencia, se é que você pensa. As vezes é melhor não expressar opnião a falar asneiras.
 
Bruno G Cardozo em 01/08/2013 15:12:53
Mais um caso absurdo de um pai achar que uma surra vai mudar a orientação sexual do seu filho. Isso não é pai, é monstro.
 
Marta Santos em 01/08/2013 15:10:02
Mais nojento do que ler a matéria com a atitude deste "pai" ( se é que isso pode ser chamado assim), é ler aqui os comentários homofóbicos dos leitores. É por isso que coisas absurdas,como estas, acontecem.A sociedade é preconceituosa.Age e fala como se fossem donos da razão, donos do que é certo e errado.A maioria dos heteros acham bonito trair a esposa,praticar incesto com a irmã, manter caso com a empregada,fazer sexo com garotas menores de idade,mas sentem-se no direito de dizer que homossexualidade é algo estranho e proibido. Quanta arrogância e hipocrisia.
 
Juliana Ferra em 01/08/2013 14:58:42
Absurdo é a midia toda tentando enfiar goela baixo que ser homosexual e normal, qero que mostrem onde que esta escrito isso. Não estou defendendo a atitude desse pai desesperado, mas quero ver qual é o pai que cria seu filho ou filha para no final ter que aceitar essa opção sexual do filho(a). Abusrdo tambem é a sociedade crial lei que obrigue a maioria concordar , e o pior ter que aceitar a vontade uma minoria, isso é democracia.Hipócrita sociedade, é LASTIMÁVEL!!!
 
willam cordon em 01/08/2013 14:51:29
Muito triste essa notícia. Toda nossa solidariedade ao rapaz e à sua mãe. Parabéns à mãe e à avó.
 
Rev. Carlos Eduardo Calvani em 01/08/2013 14:49:03
espero que o pai vá para cadeia o mais breve possível ...
 
ricardo webfix em 01/08/2013 14:47:35
Que horror? isso não é pai é um monstro!!!!!!!
 
maria inacia rocha em 01/08/2013 14:46:26
Não sabia que dava para arrancar o capeta a unha.
 
jose carlos em 01/08/2013 14:41:56
Sr Roberto Rodrigues, será que o Sr admite a possibilidade de estar errado? Aquele pai me parece tão autoritário e homofóbico...será que o sr também é assim? É sempre tempo de ser humilde e aprender o que a gente não sabe e fazer uma faxina no que a gente acredita, pois tudo envelhece: até as nossas idéias.Então boa sorte, bom estudo e boa faxina...sucesso!!!
 
Eneida Cristina em 01/08/2013 14:41:48
É opção sexual, sim. A pessoa nasce homem ou mulher não tem outro definição de sexo (masculino ou feminino). Tem coisas que não da para entender, por exemplo: não se pode mais castrar os animais, mas o homem para mudar de sexo tem que ser castrado para então fazer a mudança de sexo, é muito agressivo. Nenhum filho merece ser tratado como este pai fez, nem se fosse bandido.
 
Placida Barros em 01/08/2013 14:35:19
Alex André de Souza: o pai agiu errado de todos os ângulos que vc olhar, como pai, como ser humano, como cidadão ele ERROU redondamente. A mídia não tem culpa nenhuma, a orientação homossexual é tão certa e bonita como é a orientação heterossexual. Não se trata de preferir se relacionar com pessoa do mesmo sexo. O homossexual não tem escolha: a felicidade está no relacionamento com pessoa do mesmo sexo.No passado a homossexualidade foi classificada como doença, mas a ciência evoluiu e hoje é normal ser homossexual. Quem não aceita isso tá no passado, não evoluiu. O Sr parece que tenta desculpar o pai e pode no fundo estar escondendo um preconceito contra a homossexualidade. Se informe mais, o Sr parece gente boa e merece modernizar seu modo de ver a homossexualidade.Boa Tarde.
 
Eneida Cristina em 01/08/2013 14:31:28
NÃO É FÁCIL PARA UM PAI SABER QUE SEU FILHO É HOMOSSEXUAL!! CLARO QUE A ATITUDE DO PAI APESAR DE DESESPERADO NÃO JUSTIFICA AS AGRESSÕES!! A SOCIEDADE HIPÓCRITA ACHA QUE ISSO É NORMAL, E QUE QUE COISA E TAL.. POREM NÃO FÁCIL PRA NINGUÉM TER UM HOMOSSEXUAL, POIS NÃO COISA NORMAL.. MAIS TAMBÉM DEVEMOS REPUDIAR E CRIMINALIZAR ATITUDES DE VIOLÊNCIA COMO ESSA DE TRÊS LAGOAS OU QUALQUER ATO EM FUNÇÃO DESSE FATO DESAGRADÁVEL..ACREDITO QUE NEM O HOMOSSEXUAL ACHA BOM SER ASSIM E NÃO VENHAM COM ESSA HISTÓRIA QUE É TUDO NORMAL, QUE NÃO É
 
carlos lima em 01/08/2013 14:28:43
É lamentável Srs. Alex André de Souza e Roberto Rodrigues , vocês terem uma mente tão atrasada da vida atual . Achar certo o que um monstro desse fez é simplesmente apoiar a agressão que esse pai fez com o filho . Espero que na velhice desse pai ele não precise desse filho , pois afinal essa é a lei da vida , " OS PAIS PROTEGEREM , CUIDAR SEUS FILHOS QUANDO PEQUENOS E NA VELHICE SEUS FILHOS O PROTEGEREM , O CUIDAREM " . Aos senhores que concordam com isso parabéns , a justiça é feita aqui mesmo , tarda mais não falha . Obrigado!
 
Pedro Barros Junior em 01/08/2013 14:22:40
Mas homofobia não existe...
 
Oziel Correia em 01/08/2013 14:22:35
Infelizmente a instituição família vem perdendo suas características devido a esse mundo capitalista aonde tudo gira em torno do dinheiro; acabamos por não ensinarmos as coisas certas para nossos filhos e orienta-lo a ter uma vida normal, ou seja, homem se relaciona com mulher e mulher se relaciona com homem, assim deveria ser; pois com certeza quem fica no aguardo do nascimento de um filho não fica torcendo para que o mesmo seja um "gayzinho".
E hoje em dia existe sim um lobby violento por parte da mídia em favor do tema, aonde toda a mídia nos seus enfoques sobre o tema da entender que é muito bom e bonito ser gay, que é normal, e isso não é, é o lado deplorável do ser humano, infelizmente estamos numa época aonde você ter opinião contrária sobre isso, vc é taxado de "criminoso".
 
VOLNEY LIMA em 01/08/2013 14:19:14
Hum, pra reagir com tanta violência assim, pelo jeito o pai do garoto deve ter muitos desejos reprimidos e a sua reação extremada foi por perceber que não tem a coragem que teve o garoto, ou seja, assumir a sua sexualidade.
 
Kaio Gleizer em 01/08/2013 14:18:47
O termo para isso não é opção, mas sim aceitação. Ou você aceita o que é ou vive na hipocrisia, gerando certos tipos de pessoas de mentalidade alterada... tais como os homofóbicos....
 
Jefferson Rotta em 01/08/2013 14:17:08
Será difícil resolver este problema.
Não desejo isso pra nenhum pai.
 
Romeu Luitz em 01/08/2013 14:16:19
Isso é lamentável, os pais existem para educar e orientar seus filhos, ensinar valores e princípios, contudo violência não ensina nada a ninguém, só traz revolta, insegurança. Os pais tem que lembrar que não podemos decidir pelos filhos, devemos saber respeitar suas decisões, mesmo que não gostemos das escolhas. Agora se coloque no lugar deste filho, como deve estar? Criamos filhos para serem independente e responsáveis pelas suas escolhas, se este pai fosse mesmo um bom pai, saberia que tudo o que ensinou ao filho estaria presente em suas escolhas. Porque todo filho lembra quando vai fazer uma escolha das orientações do pais.
 
Celia Vieira em 01/08/2013 14:02:48
Roberto Rodrigues sofre do mesmo atraso que o pai do garoto...mais um agressor em potencial. Pra finalizar, gays reprimidos e que não se aceitam muitas vezes se convertem em homofóbicos. Fica a dica.
 
anderson siqueira em 01/08/2013 14:01:42
roberto rodrigues , o ´pai agiu certo?
Alex André de Souza , a midia só esta tentando evitar o que mais pessoas sejam iguais a esse infeliz que nem para ser pai serve.
 
paulo lessa em 01/08/2013 14:00:53
Srs. Roberto Rodrigues e Alex Andre... mas que ignorancia é essa?
Como pode, ainda, existir pessoas com pensamento tão atrasado... tão alienado.
Cadeia para essa pessoa, que nem pode-se dizer que é pai.
E por favor, vamos parar com ingnorancia. Homossexualidade não é "opção".
 
roger souza em 01/08/2013 13:59:16
Pior de tudo, é ter pessoas que são a favor do pai.
 
Felipe soares em 01/08/2013 13:57:53
é um absurdo , cada um tem o direito de ser feliz. não e torturando que ele vai mudar a opinião do garoto , não temos que ter preconceito . e se fosse vc ? gostaria de ser torturado . por um monstro feito esse pai . este homem tem que viver sozinho e isolado das pessoas . e um animal.
 
ROSI RAMOS em 01/08/2013 13:54:22
Eu acho que o ser humano é livre para fazer suas escolhas, nós não temos o direito de tentar mudar ninguém, porque debaixo do sol somos todos filhos de Deus.
 
alice silva em 01/08/2013 13:48:19
Quem acha que o pai deste rapaz agiu certo deveria ser internado em um manicomio imediatamente, pois trata-se de uma pessoa com problemas mentas serios e precisa ser tratada!!! Lamentavel.
 
Cassiano Jorge em 01/08/2013 13:47:34
Dá até pena de um ignorante como esse pai. Entretanto, cabem limites aos homossexuais. Não é a questão da notícia acima, mas querer exigir que igrejas aceitem sua preferência, é complicado. Condenáveis atitudes como a deste pai, mas pera lá né. Cada um na sua, até porque a maioria dos homossexuais condenam muitas das tradições, liturgias e rituais das igrejas. Os que não aceitam podiam apenas respeitar que já estava bom demais.
 
Herbert Costa em 01/08/2013 13:46:07
Infelizmente a sociedade ainda não preparada para enfrentar esse tipo de situação. Não estamos acostumados a aceitar a orientação sexual dos outros, ainda mais para um pai, com certeza machista. Acredito que essa aceitação vai demorar um tempo, mas devemos todos colaborar para que isso ocorra.
 
SARA OLIVEIRA em 01/08/2013 13:42:05
Não acho certo oque o pai fez, mas concordo muito menos com o momento Heterofóbico que vive nosso país, não acho normal dois homens se beijando na rua, e meu filho em formação psicologica ficar vendo e achando que é normal. Casais heteros não se expõem tanto como os gays fazem questão de se expor, aparecer.
 
Fabio Geraldo em 01/08/2013 13:38:54
Um perfeito ignorante esse pai! Tomara que pague por isso!
 
Arina Minolo em 01/08/2013 13:37:51
Nelson Jr. Sua explicação sobre Orientação Sexual, esta errada. Ninguém orienta seu filho a trocar de sexo e ou namorar e ou ficar com outra pessoa do mesmo sexo. Isto é a reação de um Pai que não aceita e nunca espera que seu Filho Homem faça coisas que em sua família não foi criado e nem orientado para tal. Mas a única coisa é Pedir ajuda ao Nosso Deus.
 
Clodoaldo Souza Junior em 01/08/2013 13:32:03
Tá certo. Tem que corrigir mesmo. Não com tanta violencia, mas tem que corrigir.Se ficar com essa historinha de homofobia pra cá e pra lá, daqui a pouco os gays tao tomando conta do mundo, e enfiando na nossa cara as poucas vergonhas que eles gostam. Como o proprio papa diz: Casamento gay é manobra do diabo pra acabar com a familia.
 
Thais Sobrak em 01/08/2013 13:30:06
roberto rodrigues agiu certo? UHAUHSuhasuhUHAShuaSHUuhsA brincadeira hein... diálogo não existe mais?
 
Moacyr Neto em 01/08/2013 13:17:36
Te garanto que se o filho tivesse matado,roubado ou estuprado ele taria do lado dele, já teria vendido alguns bois pra arrumar um bom advogado pra livra-lo da cadeia...Vai entender,não concordo muito com essa situação onde criança já tem opinião formada quanto a opção sexual,mas dai chegar nesse ponto,tantas coisas mais absurdas acontece todos os dias e ninguém sai arrastando ninguém pela rua.
Inversão de valores é isso que está acontecendo...Pelo amor de Deus onde vamos parar!!!
 
ana paula ribas em 01/08/2013 13:16:07
TODOS DEFENDEM OS GAYS E LÉSBICAS ..
NÃO TENHO NADA CONTRA CADA UM NA SUA.
MAIS A PERGUNTA É A SEGUINTE.
QUAL SERIA SUA REAÇÃO SE O SEU FILHO OU FILHA CHEGAR PRA VOCÊ E REVELA QUE É
GAY, OU lesbica?
 
wilson araujo em 01/08/2013 13:15:20
Complicado isso. Com certeza criou o filho pra ser diferente do que se apresenta agora.
Da teoria daquilo que as pessoas querem à prática tem muita diferença. Eis aí a prova de como não tem nada a ver criação.
 
Kaio Junior em 01/08/2013 13:14:26
DEUS FEZ O HOMEM E A MULHER O RESTO É PIRATARIA. MAIS CADA UM SABE OQ É BAUM P SI PRÓPRIO.
 
GIANCARLO em 01/08/2013 13:11:17
Absurdo ainda existir mentes tão atrasadas quanto a deste homem que não deveria ter a capacidade de reproduzir,um boçal do século 18. Incrível também jornalistas falarem em "opção sexual",sendo que o correto é "orientação sexual".
 
Nelson Jr em 01/08/2013 12:58:28
Algumas pessoas reagem de maneira diferente de outras ( não estou dizendo que o pai agiu certo ou errado ) A mídia tem uma dose de culpa nisso pois ficam enfiando na cabeça das pessoas que isso é certo e bonito, algumas pessoas não concordam e acaba dando no que deu.
 
Alex André de Souza em 01/08/2013 12:55:35
O pai agiu certo, pois ele tentou corrigir o erro q levou o(a) garoto(a) tomar essa decisao!!! mais
 
roberto rodrigues em 01/08/2013 12:51:32
LAMENTÁVEL!!!






NEI SALVIANO
 
nei salviano em 01/08/2013 12:41:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions