A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

16/02/2012 16:19

PF fará buscas em MS por corpos de paraguaios desaparecidos há mais de 50 anos

Fabiano Arruda
Deliberação saiu ontem após reunião em Ponta Porã. (Foto: Divulgação)Deliberação saiu ontem após reunião em Ponta Porã. (Foto: Divulgação)

A Polícia Federal deve iniciar buscas na fronteira de Mato Grosso do Sul, por meio de solicitação do Governo Federal, por corpos de sete presos políticos do Paraguai que teriam sido enterrados numa fazenda em Paranhos na década de 1960.

A deliberação saiu ontem, após reunião realizada em Ponta Porã, entre dois representantes da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, o coordenador da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, Gilles Gomes, e o assessor da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, Cleber Kenper.

Também participou do encontro o vice-presidente da OAB/MS, Júlio César Souza Rodrigues. O órgão foi procurado por Edgard Bazzano, ativista dos direitos humanos no Paraguai, em dezembro, a pedido do governador do 13º departamento Del Amambay, Juan Bartolomé Ramires. Ele, que participou da reunião, acompanhou as negociações.

Segundo informações da OAB/MS, o pedido para que o governo brasileiro procurasse os corpos foi recebido pela Embaixada Brasileira em agosto de 2011.

Ainda segundo informações da OAB/MS, o processo criminal sobre o caso foi desarquivado há três anos e tramita na comarca de Ponta Porã.

A história conta que os desaparecidos faziam parte de um movimento chamado de 14 de maio contra a ditadura da época, atravessaram a fronteira e foram presos em Paranhos. Sete foram mortos e dois conseguiram fugir. Testemunhas do caso estariam vivas e ainda moram na região.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions