A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

29/06/2016 17:00

PF prende seis pessoas e evita quatro tentativas de enganar a Justiça

Polícia Federal afirma que prejuízo com fraudes ultrapassa R$ 10 milhões

Amanda Bogo

Seis pessoas foram presas e cinco conduzidas a depor, oito mandados de busca e apreensão, 12 veículos e algumas joias apreendidas. Este é o balanço parcial da Operação Lázaro, desencadeada nesta quarta-feira (29) pela Polícia Federal de Mato Grosso do Sul em três estados, com objetivo de tirar de circulação quadrilha que fraudava saques de precatórios (pagamentos de dívidas do Poder Público judicializadas) na Justiça Federal sul-mato-grossense.

No balanço divulgado no fim desta tarde, a PF não divulga nomes de envolvidos. Pelas informações oficiais, houve prisões em Diadema, São Bernardo do Campo, São Paulo (2), São Luis (MA) e Teresina (PI).

Ainda nesta quarta, os federais conseguiram impedir o pagamento irregular de quatro precatórios, que não tiveram os valores divulgados.

A PF também informa que, na semana passada, foram verificados pagamentos de precatórios de R$ 452 mil em nome de outras pessoas com contas bloqueadas pela Justiça Federal do Estado, junto com 28 pessoas físicas e jurídicas identificadas durante a investigação e usadas para movimentar o dinheiro.

Segundo a PF, as investigações continuam para saber, entre outras coisas, o valor total do prejuízo, que já ultrapassa R$ 10 milhões.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions