A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

12/11/2010 16:32

PMA prende dois em fazenda com armas e serraria ilegal

Redação

Policiais militares ambientais encontraram uma serraria ilegal e vários armamentos na Fazenda América, em Bonito, município que fica a 257 quilômetros de Campo Grande, em ação realizada hoje.

Conforme a PMA, várias vistorias no local foram impedidas pelo gerente da fazenda e o comando solicitou então à Justiça que concedesse mandado de busca. O pedido foi atendido ontem e a fiscalização feita nesta sexta-feira.

Na propriedade foram encontrados uma serraria que fazia extração ilegal de madeira e diversos armamentos. O gerente da fazenda, Rodrigo Martins Ferreira, de 38 anos, e o peão Garsino Rojas foram presos por porte de arma e munições.

Foram apreendidos também um revólver de calibre .38 da marcas Taurus com 18 munições e mais 55 munições calibre 22, outro revólver de calibre 22 e um de calibre 38, ambos da marca Smith & Wesson, uma carabina calibre 22 da marca Urko, mais 313 munições de calibre 22 e 38 pertencentes ao fazendeiro.

O material e os dois presos foram encaminhados à delegacia de Bonito. Se forem condenados poderão pegar pena de um a três anos de detenção.

A serraria ilegal que funcionava na propriedade foi interditada e o proprietário autuado em R$ 15 mil. Segundo a PMA, o fazendeiro tinha autorização para desmatar área de onde veio a madeira, mas não para fazer a exploração dela.

O material foi apreendido e encaminhado, juntamente com gerente e o peão da fazenda, à delegacia de Bonito, onde foram autuados em flagrante pela posse ilegal das armas e, se condenados, poderão pegar pena de 01 a 03 anos de detenção. O fazendeiro não foi autuado em flagrante, por não está no local, porém responderá pelo mesmo crime e pena.

Foram apreendidos materiais de marcenaria e 118 toras da essência Capitão que somaram 33,909 metros cúbicos, mais 1,260 metros cúbicos das essências de Peroba, 0,132 de Vinhático e 2,084 de Jatobá.

Por conta da serraria, o fazendeiro terá que responder pelo crime de funcionar atividade potencialmente poluidora sem autorização ambiental, cuja pena prevista é de três meses a um ano de detenção.

Resistência - O dono da fazenda onde foram encontradas a serraria ilegal e as armas é Luiz Lemos de Souza Brito, morador de Campo Grande. Há tempos a PMA estava em contato com ele para acompanhar um projeto de recuperação de uma área degradada na propriedade.

De acordo com a Polícia Ambiental, o proprietário sempre alegava não ter tempo para acompanhar a fiscalização e o gerente, por sua vez, não permitia que os policiais entrassem.

Essa postura motivou multa de R$ 50 mil aplicada no dia 9 deste mês, por dificultar a ação do poder público durante a fiscalização. Foi por conta disso que os policiais solicitaram judicialmente um mandado de busca, que resultou nas prisões de hoje.

O fazendeiro terá que responder também pelo crime ambiental de dificultar a fiscalização e, se condenado, pode pegar pena de um a três anos de detenção.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions