A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

10/03/2011 16:29

Polícia do PR procura por foragido de MS que testemunhou execuções

Nadyenka Castro

Homem viu irmãos serem mortos com 88 tiros

Astra onde estavam irmãos executados. (Foto: Divulgação)Astra onde estavam irmãos executados. (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil do Paraná procura por Ramão Lourival Marques Sanches, 34 anos, que é foragido de Mato Grosso do Sul e testemunhou a execução dos irmãos Humberto e Adalberto da Silva Branco, na noite do último sábado (06), em Guaíra, município paranaense vizinho à sul-mato-grossense Mundo Novo.

De acordo com a Polícia Civil, Ramão é a principal testemunha do caso e pode fornecer informações que levem à identificação e prisão dos autores do duplo homicídio.

Adalberto e Humberto foram mortos dentro de um Astra logo após terem parado em frente à casa de Ramão, na rua Vale das Flores, Jardim Vila Alta.

Segundo a Polícia Civil em Guaíra, os irmãos conversavam com Ramão quando dois homens desceram de um veículo da cor preta, semelhante ao Astra, e de frente às vítimas, dispararam diversos tiros de calibre 9 milímetros, que podem ter sido disparados de pistola ou espingarda de uso exclusivo das Forças Armadas.

Os tiros, no total de 88, atingiram as vítimas e o veículo. Ramão fugiu do local em uma motocicleta e é procurado.

A Polícia Civil do Paraná suspeita que o caso tenha relação com o tráfico de drogas, crime pelo qual Ramão tem mandado de prisão expedido no Estado.

Ele é procurado em Mato Grosso do Sul porque no dia 5 de maio do ano passado, ao ver a Polícia Militar, abandonou duas mochilas com 11 quilos de maconha na rodoviária de Amambai.

Ramão foi identificado através de documentos pessoais com foto encontrados em uma das bagagens, na qual havia também roupas femininas e masculina.

Além disso, uma adolescente procurou a Polícia Civil para denunciar que suas bagagens tinham sido furtadas e acabou confessando que havia saído de Guairá, Paraná, junto com Ramão, para pegar droga em Coronel Sapucaia.

A apreensão da maconha aconteceu quando o casal esperava para embarcar em um ônibus com direção à Balneário Camboriú, onde entregariam o entorpecente a uma pessoa desconhecida.



boa tarde! moro em portugal e tem um sidadao brasileiro com marcas de tiros aqui,e é natural de DOURADOS/MS .JOAO EDUARDO PEREIRA BRAGA.AS AUTORIDADES PODERÁ ME DAR INFORMAÇAO SOBRE ESSE CIDADAO BRASILEIRO.DES JA AGRADEÇO E EM NOME DA JUSTIÇA BRASILEIRA PESSO ISSO.
 
milton cesar em 16/03/2011 03:41:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions