A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/09/2013 10:40

Polícia está "prestes a prender" assassino de mulher achada nua

Graziela Rezende

As investigações com relação a mulher encontrada com parte do corpo em chamas, há 13 dias, na Chácara dos Poderes, em Campo Grande, “avançaram muito” desde a noite de ontem (18), principalmente com o exame necropsial e a identificação do principal suspeito do crime, de acordo com o delegado Fábio Sampaio, da 3ª delegacia de Polícia.

“Investigamos a fundo a vida da Viviane Rodrigues Matos, 31 anos, além de ouvir 12 testemunhas, entre familiares e amigos, sendo que o cotidiano e a profissão da vítima foram primordiais para a Polícia. Porém, não podemos repassar mais nenhum detalhe para atrapalhar o andamento das investigações”, afirma Sampaio.

O delegado também não fala sobre quem seria o suspeito. Na internet, conforme apurou o Campo Grande News, Viviane possui um perfil no qual diz estar em um “relacionamento sério”. Ela porém não fala nomes em nenhuma de suas fotos.

Procedimento - Na noite de ontem, um médico legista ainda iniciou a necropsia no corpo da vítima. A intenção, segundo o coordenador do Imol (Instituto Médico Odontológico Legal), Alberto Dias Terra, é descobrir ao certo a causa da morte, se foi tiro, esganadura ou outra motivação, por exemplo.

Com roupa: No local do crime, em uma análise mais detalhada no outro dia, de acordo com o perito criminal Amilkar da Serra Silva, eles descobriram que a vítima estava com roupa antes de ter sido atingida pelo fogo.

“Ao contrário do que muita gente disse a vítima não estava nua. Por baixo do corpo, onde uma parte ficou protegida das chamas, encontramos vestes. Recolhemos parte de uma saia preta, mesma cor da calcinha e também um corselete com estampa de onça”, conta Silva.

Viviane, natural de Rondonópolis (MT), estaria na Capital há 4 anos e veio para trabalhar. A vítima estava em uma área de vegetação, na rua Cruz de Malta, próximo ao anel viário da BR-163. O documento de identidade da vítima foi expedido em São Paulo, o que dificultou as investigações, segundo Sampaio. Já existe um suspeito para o crime, conforme o delegado.



POis é....queria ver descobrirem , rápido assim, o assassino do delegado. Porque será que tá demorando hein!
 
Marcio Arraes em 19/09/2013 15:29:42
isto foi uma crueldade... a justic,a tem que recolher este responcavel.o mas breve possivel. infelismente nao pode ficarem meio a sociedade pessoas que sao desenquilibradas assim...que Deus tenham ,misericordia , deste maniaco...
 
marcelo j. araujo em 19/09/2013 14:47:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions