A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

20/04/2012 16:24

Policiais militares e bombeiros rejeitam proposta salarial do Governo

Wendell Reis e Viviane Oliveira

Cabos e soldados vão apresentar contraproposta na tentativa de fechar um acordo sobre o reajuste

Policiais não concordaram com a proposta de aumento de 10,23% para soldado e 6% para os cabosPoliciais não concordaram com a proposta de aumento de 10,23% para soldado e 6% para os cabos

Os soldados e cabos da Polícia Militar, em assembleia nesta tarde na Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), rejeitaram a proposta de reajuste de 10,23% para soldado e 6% para os cabos apresentada pelo Governo do Estado.

A proposta do Governo aumentaria o salário dos soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de R$ 1950,00 para R$ 2.149,00. Entretanto, os policiais reclamam do reajuste, por defenderem um ganho baseado no percentual do salário de um coronel.

Segundo a Associação dos Cabos e Soldados, o aumento do salário do coronel será de, aproximadamente, R$ 1 mil. A categoria defende uma valorização salarial baseada no que receberá o coronel, R$ 19.014,00, recebendo 25% desta renda, em um aumento progressivo de 21% em 2013 e 25% em 2014, chegando a R$ 3.702,00. Os policiais e bombeiros continuam em assembleia para oferecer uma contraproposta.

Desde segunda-feira (20) a Polícia Militar está realizando a operação tolerância zero, onde os casos mais banais, que eram resolvidos no local da ocorrência, são levados à delegacia, retardando o trabalho e impossibilitando o atendimento de casos mais urgentes. Hoje a categoria possui 5,8 mil policiais na ativa.



Sr. Marcelo desculpe a sua engenuedade,mas não é uma simples correção salarial de 25% q vai quebrar o Estado, e sim o superfaturamento de obras públicas licitadas por empresas do próprio governo ou de parentes.E q tmbm já é sabido q na assembléia Legislativa existe um grande numero de funcionário fantasma, e com relação a Lei de Responsabilidade Fiscal até meu filho de 16 anos já tem conhecimento
 
Rose Ximenes em 21/04/2012 11:05:25
não devíamos tomar partido como se fossemos gladiadores numa arena,nos matando,,,a política do salve-se quem puder ficou para animais,,,,deveriamos enquanto cidadãos,pensar que a segurança é um bem necessário pois sem ordem e suas regulações não há sociedade,,,,,ilegal é passar fome!!!!! não me foi oferecido outra oportunidade de profissionalização.
 
antonio ferreira de souza em 21/04/2012 06:20:35
Sr. Marcelo, quando o Sr. For vitima de algum crime, não ligue no 190, ligue para o procurador ou para o juiz, e ele vai te orientar a ligar para a policia militar, e com certeza, uma viatura vai atender o Senhor, então não venha com essa conversa de lei fiscal, que essa ja esta ultrapassada.
 
Aparecido Santos Silva em 20/04/2012 11:16:12
em resposta ao comentario do senhor marcello,senhor marcello os juizes e os procuradores não ficam na rua,enfrentando a bandidagem de frente,eles ficam em confortaveis salas com ar,e quem faz a segurança da população é a policia,quem esta noite e dia na rua,é a policia,quem tem que fazer milagre no final do mes....portanto se ponha no lugar desses seres humanos,que fazem a sua segurança..
 
adryana amorim em 20/04/2012 06:51:19
O Conselho Comunitário de Segurança da Região Central de Campo Grande MS, através de seu Presidente Adelaido Luiz Spinosa Vila, presta solidariedade ao movimento dos policiais militares, civis e bombeiros militares, na busca justa e necessária de melhores salários e condições mais adequadas de trabalho.
Colocamos o nosso movimento Comunitário a disposição para contribuir e somar na busca de soluções para tais necessidades emergentes.
Destarte invocamos o espírito do bom senso a todos os dirigentes e participantes do movimento, para que evitem medidas que possam deixar a nossa comunidade a mercê da bandidagem ou que venham a macular o movimento reivindicatório.
Ao excelentíssimo Senhor Governador clamamos pelo total empenho e dedicação na busca de viabilizar o atendimento das solicitações da categoria.
 
adelaido luiz em 20/04/2012 05:11:19
tem que se levar em consideração alguns aspectos: Existe uma lei de Responsdabilidade Fiscal, onde o Governo não pde gastar o que não tem; Funcionários Federais(incluido Juízes e Procuradores da República) estão há 04 anos sem NENHUM aumento;Greve de policiais(civis/militares) é ilegal.
 
MARCELLO MENDES em 20/04/2012 04:46:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions