ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  26    CAMPO GRANDE 31º

Cidades

Polícia ouve testemunhas de assassinato de diretor

Por Redação | 28/07/2008 13:30

A Polícia Civil ouve nesta segunda-feira testemunhas do assassinato de Walter Avelino, 42 anos, ocorrido na noite de sexta-feira (25) em um bar de Ponta Porã, cidade que fica a 334 quilômetros de Campo Grande. Walter era diretor do presídio da cidade.

De acordo com a polícia, essas testemunhas estavam no bar onde aconteceu o crime. Algumas não teriam reconhecido Juliano Correia Lima, 23 anos, e Daniel Aleixo Pereira, de 24, dois dos cinco suspeitos do assassinato.

O diretor foi morto após reconhecer um dos suspeitos, que entrou no bar para comprar um cigarro. Eles chegaram a conversar e então o rapaz chamou pelo comparsa, que já chegou atirando.

A dupla fugiu em uma motocicleta apoiada por três homens que estavam em um Vectra ou Astra. Ninguém foi preso até o momento.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário