A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

19/09/2013 12:27

Polícia prende receptadores com R$ 50 mil ao investigar estelionato no RJ

Graziela Rezende
Produtos seriam vendidos no site Mercado Livre. Foto: Simão NogueiraProdutos seriam vendidos no site Mercado Livre. Foto: Simão Nogueira

Ao investigar o crime de estelionato, oriundo de empresas do comércio eletrônico com sede no Rio de Janeiro, no qual os golpistas estariam fazendo compras com cartão clonado, a Polícia Civil da Capital desvendou dois receptadores e apreendeu mais de R$ 50 mil em produtos sem origem comprovada.

Após meses de investigação, a operação foi deflagrada na madrugada desta quinta-feira (19). Segundo o delegado Fernando Paciello, titular da 6ª Delegacia, o inquérito policial explicava ao certo que a Polícia chegou a endereços inexistentes, porém em seguida descobriu que “encomendas” estavam sendo entregues em locais próximos.

A Polícia então fez ao juiz um pedido para comparecer em quatro endereços diferentes, entre eles nos bairros Tarumã e Coronel Antonino. Com a autorização judicial da busca e apreensão, homens da 4ª, 5ª e 6ª Delegacia, além de um policial perito em informática, da Deco (Delegacia Especializada em Repressão ao Crime Organizado), compareceram aos locais.

Eles aguardaram o início da manhã para adentrar simultaneamente nas casas, segundo o delegado Paciello. “Com relação a nossa investigação inicial, de empresas que foram vítimas no Rio de Janeiro e no interior do Paraná, não encontramos nenhum produto. Porém, os envolvidos estavam com diversas outras encomendas ilícitas”, conta o delegado Paciello.

Dos presos, sendo um homem de 34 anos, morador do Jardim Tarumã e outro, de 19 anos, morador do Coronel Antonino, apenas o último confessou o crime. O jovem contou inúmeras versões, conforme o delegado, porém os mais relevantes foram de que ele conheceu uma pessoa na internet, morador do Piauí e que com ele descobria “dados frios” para fazer compras na internet.

Já o outro informou que fazia as compras com o cartão próprio e que inclusive pagava as faturas. Em sua casa também foi flagrada uma arma e ele também será indiciado pelo porte ilegal de arma de fogo.

“Nós convidamos a Receita Federal para comparecer a delegacia e eles comprovaram a fraude contra o Fisco, que seria a cobrança da dívida da lei de responsabilidade fiscal. Dessa maneira, os envolvidos responderão por receptação qualificada pela venda domiciliar, com a pena que pode ser agravada para até oito anos de reclusão”, finaliza o delegado.

Produtos de jovem de 19 anos eram comercializados no 'boca a boca'. Foto: Simão NogueiraProdutos de jovem de 19 anos eram comercializados no 'boca a boca'. Foto: Simão Nogueira
Curso de instrutor de trânsito do Detran oferece 50 vagas na Capital
O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) está com inscrições abertas para o curso de Formação de Instrutor de Trânsito e...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


Só quero saber onde e quando vai ser o leilão! Me interesso muuuito no par das mk2!
 
Larissa Godoy em 19/09/2013 15:10:08
Ola amigos da lei,quando vcs forem leiloar as toca discos decho meu email ai ,mas se vcs forem vender eu dou o lance só quero as toca discos........
 
anderson nogueira em 19/09/2013 15:01:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions