A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

18/04/2012 18:49

População indígena de MS cresce 3,1% em 10 anos e atinge 73.295

Nadyenka Castro

Campo Grande é o sétimo município em número de índios na área urbana

População indígena de Mato Grosso do Sul cresceu 3,1% em 10 anos. (Foto: João Garrigó)População indígena de Mato Grosso do Sul cresceu 3,1% em 10 anos. (Foto: João Garrigó)

Números divulgados nesta quarta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que a população indígena de Mato Grosso do Sul cresceu 3,1% em 10 anos e há no Estado 73.295 pessoas que se declararam índia ao último Censo, realizado em 2010.

De acordo com os dados, enquanto no Brasil a população índia cresceu 1,1%, em Mato Grosso do Sul o crescimento foi maior, principalmente na área rural que foi de 3,4%. A urbana foi de 2,2%.

E quando o assunto é índio nas cidades, Campo Grande ocupa o sétimo lugar entre os municípios brasileiros: São 5.657. São Paulo está na primeira posição com 11.918 indígenas.

O Estado ocupa o segundo lugar em quantidade de índios no País, sendo eles 3,1% do total da população brasileira, perdendo apenas para o Amazonas, que tem 168.680. Já em relação ao total de moradores do território estadual, os índios representam 9%.

O município com maior número de índios do Estado é Amambai, que fica na região de fronteira com o Paraguai: são 7.225 índios. Dourados vem em seguida, com 6.830 e depois Miranda, com 6.475.

Em Japorã, também na fronteira com o Paraguai, 49,4% da população é indígena. Situação que coloca o município com maior número de índios em relação à população. Depois está Paranhos - 35,7% -; Tacuru - 35,6% - Miranda - 25,3% e Itaporã - 24%-.

Na área urbana, Antonio João lidera na quantidade de índios em relação aos não-índios: 8,4% da população urbana do município é indígena. Já na área rural Paranhos está em primeiro lugar: 71,9%.

Mais números relacionados à população indígena serão divulgados em julho deste ano. Todos foram apurados durante o Censo 2010.

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...


A previsão de que a população dos indígenas iria diminuir ou até extinguir, como achavam os governantes e os fazendeiros não se concretizou. Agora quem invadiu as reservas pensando nesta hipótese vão ter de lidar com a justiça. O artigo menciona a população índigena na cidade de São Paulo, mas cabe salientar que esta população são originárias de outros estados e países como o Paraguai
 
João Crisóstomo de Campo Grande - MS em 19/04/2012 08:15:26
A população indigena vem crescendo em ms e em todo o pais, porem a politica publica não vem acompanhado, a educação é precaria, são gente honesta que quer aprender como todo ser humano.
 
emilio santana em 18/04/2012 08:31:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions