A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

30/04/2010 09:27

Prefeitura fecha reajuste para professores e médicos

Redação

Professores e médicos aceitaram a proposta de reajuste apresentada pela prefeitura de Campo Grande. Os professores concordaram com o índice de 8% e os médicos terão reajuste linear de 5,3%.

Após assembleia nesta sexta-feira, os professores da rede municipal e prefeitura entraram em acordo quanto ao reajuste salarial.

De acordo com o presidente da ACP (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação), Geraldo Alves, foi aprovada a proposta que concede reajuste linear de 8%. A proposta inicial do poder público era aumento de 6%.

"Além do reajuste de 8%, em outubro será incorporado 5% da regência de classe ao salário base em setembro será discutida a incorporação dos 45% remanescente da regência de classe". Para diretores e diretor-adjunto, houve aumento de 5% por ocuparem cargo comissionado.

Com o reajuste, o município passa a pagar 71% do piso salarial, que é de R$ 1.312.

O salário inicial do professor que cursou magistério passa de R$ 863 para R$ 932. Para quem tem nível superior, o salário inicial passou de R$ 1.254 para R$ 1.398.

Segundo o presidente em exercício do Sinmed (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul), Marco Antônio Leite, além do índice proposto, a prefeitura ofereceu 8,37% na gratificação de desempenho e o plantão saltou de R$ 460,00 para R$ 520,00.

Segundo o sindicalista, o prefeito Nelsinho Trad (PMDB), também se comprometeu a retomar as negociações referentes à gratificação de desempenho no mês de outubro. "Isso fez com que a categoria se desmobilizasse", completou.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions