A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

25/11/2010 09:55

Presa quadrilha que enviava 500kg de droga/mês a RS e SC

Redação

Agentes da PF (Polícia Federal) iniciaram hoje a operação Matriz para combater o tráfico na fronteira entre o Brasil e o Paraguai. A ação é feita em Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso, além do Paraguai.

Os policiais cumpriram mandados de prisão em Ponta Porã, segundo informações confirmadas na sede da cidade sul-mato-grossense que fica a 323 quilômetros de Campo Grande.

Foram expedidos pela Justiça Federal de Caxias do Sul (RS) 41 mandados de prisão e 41 de busca e apreensão. O número de pessoas presas nesta operação não foi divulgado até o momento.

Segundo a PF, as investigações começaram há cerca de dois anos com apoio da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai. A apuração apontou que um grande traficante brasileiro preso no Paraguai era o articulador do envio mensal de meia tonelada de pasta-base de cocaína para os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, além de grande quantidade para outros estados.

A droga era transportada do Paraguai por rodovias, escondida em veículos, ou em pequenos aviões, que arremessavam os pacotes de cocaína para serem recolhidos por outros traficantes ligados ao grupo. Um desses lançamentos foi interceptado pela Polícia Federal na região de Uruguaiana, em 22 de julho deste ano, ocasião em que foram apreendidos 61 quilos da droga jogados de uma aeronave paraguaia.

O traficante que comanda o sistema cumpre pena por lavagem de dinheiro, no Presídio Nacional de Tucumbu, em Assunção no Paraguai. Foi preso pela Polícia Federal brasileira em 1994 no Balneário Camboriú, em Santa Catarina, por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

O governo brasileiro já solicitou a extradição, que deverá ser reforçada com novo mandado de prisão expedido no âmbito da Operação Matriz. Também há informações de que o traficante tenha mandado executar um de seus desafetos, em homicídio ocorrido em São Leopoldo, em 10 de julho deste ano.

Mais de 250 policiais federais participam da Operação Matriz, que teve este nome porque a droga era "carimbada" com a imagem de um leão, que simbolizava a "marca" do cartel fornecedor da droga.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions