A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/04/2011 12:03

Grupo traça metas para acessibilidade em cidades-sede da Copa de 2014

Fabiano Arruda

Próxima audiência ocorre em Recife no dia 19

O sistema Confea/Crea realiza em Recife (PE), na próxima terça-feira (19), reunião do grupo que traça estudos de mobilidade e acessibilidade urbana nas cidades-sede da Copa do Mundo de 2014. Os primeiros encontros foram realizados em Brasília (DF) e Salvador (BA). As audiências servem para traçar um mapa de obras para os trabalhos nas 12 cidades.

O presidente do Crea/MS (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura de Mato Grosso do Sul),o engenheiro Jary Castro, integra o Grupo de Trabalho da Copa e coordena os trabalhos sobre acessibilidade e mobilidade urbana do Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea.

Para Jary, a acessibilidade é um dos principais desafios, pois apresenta deficiências em todo País. Segundo ele, a norma que regulamenta o tema no Brasil, a NBR 9050, é mais completa que a cartilha europeia sugerida pela Fifa.

Como exemplo, cita que o espaço reservado à cadeiras de rodas na 9050 é mais favorável que a cartilha indicada pela Fifa. E seguir as instruções da norma da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) é fundamental para o presidente do Crea/MS.

“O assunto acessibilidade para pessoa com deficiência, obesos, idosos, chama muita atenção, bem como a questão do acesso aos estádios, das questões estruturais nas cidades-sede e de como elas vão atender a demanda, sobretudo, no transporte público”, enumera Jary, admitindo que os aeroportos, por exemplo, necessitam passar por adequações.

Ele também destaca que, ainda este ano, pelo menos 70% das obras para a Copa têm de estarem iniciadas. Por conta disso, complementa, “será preciso acompanhar e adequar, caso necessário, o cronograma de obras em todas as cidades”.

“É necessário que as sedes tenham engenheiros e arquitetos acompanhando os trabalhos para analisar caso a caso, item por item, pois os trabalhos são muito complexos”, ressalta.

O presidente do Crea acredita ainda que o turismo de Mato Grosso do Sul vai ser beneficiado com o Mundial, mesmo sem Campo Grande como sede. Ele considera que cidades como Corumbá e Bonito devem atrair número significativo de turistas.

O Grupo de Trabalho ainda se reúne em Cuiabá (26/04), Natal (03/05), Curitiba (10/05), Manaus (12/05), Fortaleza (24/05), Porto Alegre (31/05), Rio de Janeiro (07/06) e São Paulo (21/06). As reuniões contam com a participação de integrantes da Fifa, Ministério dos Esportes e Creas de todo País.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions