ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
DEZEMBRO, QUARTA  06    CAMPO GRANDE 31º

Cidades

Presos em MS dois motoristas por roubo de carga da ALL

Redação | 26/08/2008 09:47

Dois motoristas foram presos em Mato Grosso do Sul por participarem um esquema de desvio de cargas de fertilizantes embarcados em Maringá (PR). Segundo o delegado de Maringá, Nilson Rodrigues, seis pessoas integram a quadrilha que age desde fevereiro e causou prejuízo de cerca de R$ 2,5 milhões para a ALL (América Latina Logística), que foi quem procurou a polícia.

Estão presos até agora: Alcir Lira Samuel, Altamiro Fergs e outro motorista de Maringá que não teve o nome divulgado. Todos são paranaenses e desembarcavam fertilizante em fazendas de Mato Grosso do Sul. Até agora, conforme o delegado, apenas a fazenda Furnas do Indaiá, de Costa Rica, foi identificada como receptadora do produto desviado.

Segundo o delegado Nilson Rodrigues, Alcir Lira foi preso em flagrante quando transportava carga de 37 toneladas de fertilizante. Ele foi seguido por policiais paranaenses e alcançado em Costa Rica, onde ficará preso até decisão judicial para transferência dele.

Ainda de acordo com Nilson Rodrigues, a quadrilha já desviou cerca de mil toneladas de fertilizantes. O esquema é comandado por Waldecir Antônio de Lima e a mulher dele, Sônia Faquim. Os dois têm uma frota de sete caminhões e aliciavam os motoristas. No total, seis mandados de prisão devem ser cumpridos.

A empresa América Latina ALL, com sede em Maringá era quem contratava os caminhões para fazer o transporte do fertilizante até a sede da Bunge Fertilizantes em Rondonópolis (MT). Quando a Bunge passou a reclamar que não estava recebendo o produto, ALL constatou que os comprovantes de recebimento das cargas eram falsos. Os bandidos desviavam a carga e falsificavam o comprovante de recebimento, entregue à ALL.

Um dos caminhões usados no esquema (uma carreta bi-trem de placas MDY 1274 e MBY 1294) está recolhido pela polícia ao pátio da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos). (Colaborou o site Hora da Notícia)

Nos siga no Google Notícias