A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

07/03/2011 12:42

PRF registra 3 mortes em rodovias de MS desde início de operação

Viviane Oliveira

Operação Carnaval começou na sexta-feira

Um dos acidentes com vítima foi registrado na madrugada de ontem na BR-163. (Foto: Sydnei Assis, de Coxim)Um dos acidentes com vítima foi registrado na madrugada de ontem na BR-163. (Foto: Sydnei Assis, de Coxim)

Desde o início da Operação Carnaval 2011, à meia-noite do dia 4 de março, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) registra três mortes e 53 feridos em rodovias federais de Mato Grosso do Sul. Os números são referentes ao balanço divulgado pela corporação nesta manhã.

Segundo aponta o levantamento, a PRF contabiliza 314 autos de infração, recolhidos 27 documentos irregulares e nove CNH (Carteiras Nacionais de habilitação).

Foram 22 acidentes sem vítima, 25 com pessoas feridas e três com vítimas fatais. O total de feridos chega a 17, totalizando 53 vítimas, entre fatais e não-fatais. Até agora nove pessoas foram detidas por embriaguez ao volante, três prisões por dia.

Dica - Conforme a PRF em tempo chuvoso, existe o “efeito spray”, que são as gotículas de água borrifadas pelos pneus dos veículos em movimento. A dificuldade de visibilidade é maior quando esse efeito é produzido por veículos de grande porte o que dificulta a visibilidade do carro que segue atrás.

Para evitar o jeito é sempre conservar os limpadores de pára-brisas em bom funcionamento, manter uma distância razoável da traseira do veículo à frente e caso seja atingido pelo spray, mantenha a calma e não tente desviar ou freiar o veículo bruscamente. Procure firmar o volante e manter-se em sua faixa de rolamento.

Veículos pesados - A PRF também desencadeia a Operação Carnaval, que restringe o tráfego de veículos pesados nas estradas que cortam Mato Grosso do Sul.

Amanhã (8), a restrição será das 16h às 22h, enquanto, na quarta-feira (9) de cinzas, das 6h às 12h.

Segundo a corporação, a operação tem como objetivo melhorar o fluxo nas rodovias nos horários mais críticos nos chamados feriados prolongados.

Veículos tipo bitrem, cegonhas e de cargas paletizadas (que necessitam de palets para sua sustentação e guindastes para remoção) entram na restrição.

Exceção para veículos que não ultrapassem a largura máxima de 2,6 metros, altura máxima de 4,4 metros e veículos articulados compostos de duas unidades, desde que não excedam ao comprimento de 19,8 metros.

A Polícia Rodoviária Federal esclarece que os veículos considerados pesados não poderão trafegar nos horários de restrição, mesmo que não estejam “carregados”.

O condutor que desobedecer a restrição pode ser penalizado com até cinco pontos na carteira, o que configura multa grave (R$ 127,69).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions