A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/09/2014 23:05

Procon orienta consumidores para compras na fronteira

Priscilla Peres
Liquidação acontece de 5 a 7 de setembro. (Foto: Arquivo)Liquidação acontece de 5 a 7 de setembro. (Foto: Arquivo)

De 5 a 7 de setembro, 50 mil consumidores devem ir à fronteira do Brasil com o Paraguai, em Mato Grosso do Sul, para aproveitar os descontos de até 50% em 12 mil itens, durante a 3ª edição do Black Friday Fronteira. Mas antes de pegar a estrada e se animar com as promoções e sair comprando, o Procon alerta para alguns cuidados.

O superintendente do Procon/MS, Alexandre Rezende, alerta que as regras válidas para a troca de produtos em caso de arrependimento ou problemas técnicos válida no Brasil, não é a mesma no Paraguai e antes de comprar é preciso checar as condições com os vendedores. "A pessoa precisa saber quais os direitos que ela tem em caso de troca, antes de comprar", diz.

Mais do que isso, a troca de um produto pode causar um gasto que não estava no orçamento. Ponta Porã está localizada a 323 km de Campo Grande e quem tiver problemas com a compra, provavelmente terá de voltar até lá. "A maioria das empresas, principalmente as grande, não se opõe em fazer a troca, elas são até bem maleáveis em relação a isso. A questão é que o gasto do consumidor para fazer outra viagem".

O consumidor que for tirar o fim de semana ou algum dia para fazer compras na fronteira, além de passear com a família ou amigos, também precisa estar atento a conversão de moedas. O superintendente do Procon/MS, lembra que em Pedro Juan Caballero (PY) são aceitas três moedas, o real, o dólar e o guarani. "Ficar atento a cotação do dia é fundamental para não gastar mais que o previsto".

Uma das grandes lojas a participar da liquidação, o Shopping China disponibiliza em seu site a cotação diária das moedas e o valor para conversão. Hoje, por exemplo, um dólar está valendo o equivalente a R$ 2,37 e G$ 4.500 (guaranis). "Quem pretende comprar com cartão de crédito também precisa lembrar que algumas vezes há taxas e encargos por ser exterior e é preciso fazer o desbloqueio prévio para a ação no banco", completa Alexandre.

Por último e não menos importante, a compra de maneira consciente é essencial. "O consumidor precisa ter certeza de que aquele produto é importante para ele, para não transformar o passeio em uma dívida", diz.

Alexandre ressalta que antes de comprar é preciso responder a três perguntas básicas. Estou precisando disso? Vai me fazer falta se eu não comprar? Vai comprometer minha renda? Dicas importantes para um bom fim de semana.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions