A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

09/10/2014 12:24

Professores aguardam por resposta da prefeitura até amanhã sobre reajuste

Priscilla Peres
Presidente da ACP,Geraldo aguarda posição da prefeitura sobre o reajuste até amanhã. (Foto: Marcos Ermínio)Presidente da ACP,Geraldo aguarda posição da prefeitura sobre o reajuste até amanhã. (Foto: Marcos Ermínio)

Termina amanhã (10) o prazo dado pelo prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), para decidir sobre o reajuste de 8,46% no salário dos professores municipais. A ACP (Sindicato Campo-Grandense de Profissionais da Edução Pública) espera que entre hoje e amanhã seja realizada uma audiência com o prefeito para definir sobre o aumento.

"O prefeito me disse hoje que pretende adiantar a reunião que seria amanhã para hoje e que está tentando conseguir dinheiro para conceder o aumento, que é definido por lei", disse o presidente da ACP, Geraldo Alves.

Olarte alega que a prefeitura não tem dinheiro em caixa para conceder o aumento e que todos os recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) disponíveis para esse ano já foram aplicado na educação.

Recentemente, Olarte propôs conceder o aumento de maneira escalonada, ou seja, um pouco por mês até chegar aos 8,46%, porém a ACP não aceitou. "Nós sabemos que a prefeitura tem condições de dar o reajuste e se ele não der faremos uma reunião para a categoria decidir", comentou Geraldo Alves.

De acordo com ele, o aumento é referente a Lei Municipal 5.189/2013, que estabelece a integralização do Piso Nacional do magistério para a jornada de 20h semanais aos profissionais da REME.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions