A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

16/09/2011 09:12

Projeto estende a escolas estaduais proibição de guloseimas em cantinas

Fabiano Arruda

O Projeto de Lei nº 142/11 estende para escolas estaduais a proibição de comercialização de guloseimas em cantinas, a exemplo do que foi aprovado pela Câmara Municipal de Campo Grande recentemente.

Após passar pelo crivo da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação), a matéria já foi aprovada em segunda discussão e votação na Assembleia Legislativa.

Segundo o texto, o projeto, de autoria do deputado George Takimoto (PSL), “proíbe a comercialização, confecção e distribuição de produtos que colaborem para acarretar riscos à saúde ou à segurança alimentar dos consumidores, em cantinas e similares instalados em escolas públicas situadas no Estado de Mato Grosso do Sul e dá outras providências”.

A matéria aprovada na Câmara Municipal de Campo Grande foi marcada pelas discussões, sobretudo, por conta de uma possível pressão das indústrias em relação ao tema.



A alimentação nas escolas deve sim ser saudavel, mas apartir do momento que a merenda da escola não agrada a todos, deve ter sim outra fonte de alimentação na escola. nem todas as escolas cumprem isso.
 
Stefany Freitas em 14/08/2012 12:40:07
Parabéns! Atitude positiva em relação ao consumo de guloseimas. A alimentação nas escolas deve ser a mais saudável possível, assim como em casa. Claro que as Indústrias vão pressionar, mas a saúde está em primeiro lugar. Incentivar a criança e o adolescente a uma alimentação correta, é garantir a saúde e diminuir os gastos com os convênios e SUS. Aproveitem para vetar as frituras também.
Bom dia
 
Simone Marchewicz em 16/09/2011 12:07:07
ESTÁ ATRASADO, A EDUCAÇÃO VER ESSE PROBLEMA, QUE SERIA SOLUÇÃO DA SAÚDE, FORMAÇÃO PERFEITA, E APRENDIZADO, SE VIESSE SIDO EXIGIDO DESDE CENTENAS DA ANOS, O JAPÃO POR EXEMPLO, FORMA UMA CIDADÃO, COM PERFEIÇÃO NUTRICIONAL, É UM PAÍS EXEMPLAR, EM TERMO QUASE DE TUDO, IMAGINE A SAÚDE, PORQUE O GOVERNO DE LÁ SE PREOCUPA MUITÍSSIMO COM A ALIMENTAÇÃO, FATOR PRIMORDIAL, DA FORMAÇÃO HUMANA.
 
PEDRO BRAGA em 16/09/2011 01:49:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions