A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

03/02/2010 12:54

Projeto proíbe obra de faculdade no Parque dos Poderes

Redação

Projeto de lei apresentado nesta quarta-feira, na Assembleia Legislativa, proíbe construções no perímetro do Parque dos Poderes, em Campo Grande, que não sejam dos órgãos da administração direta dos Poderes Executivos, Legislativo e Judiciário.

A proposta dos deputados Paulo Corrêa (PR), Jerson Domingos (PMDB) e Ary Rigo (PSDB) tem o objetivo de frear a construção da Fadir (Faculdade de Direito da UFMS) na imediação do Parque, que é uma área de riquezas ambientais.

O projeto diz ainda que as edificações somente poderão ser iniciadas após o devido cumprimento, pelo poder respectivo, das leis, normas e regulamentos relativos ao meio ambiente.

"Nós somos contra obras que não sejam dos três poderes; não podemos perder espaços importantes dentro do Parque, até porque a idéia inicial do ex-governador Pedro Pedrossian era usar a área apenas para os poderes. Isso sem contar com a possibilidade de impacto ambiental", disse o presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, deputado Paulo Corrêa.

A UFMS terá R$ 12 milhões do MEC (Ministério da Educação) para construir o prédio da Fadir, mas precisa do terreno. No ano passado, o governador André Puccinelli chegou a ir duas vezes a Brasília (DF) para discutir o assunto.

Já a construção da nova prefeitura de Campo Grande, não teria problema de viabilização, já que é do poder Executivo Municipal.

O Município estuda levantar a nova sede na área onde antes funcionava a associação dos servidores.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions