A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

02/04/2009 05:48

Quatro são suspeitos de agredir Dudu até a morte

Redação

Há quase um mês foram expedidos mandados de prisão contra cinco suspeitos de envolvimento no assassinato do menino Luis Eduardo Gonçalves, o Dudu, mas um deles não teria participado efetivamente da morte. As informações, até o momento repassadas pelas famílias do garoto e dos acusados, agora são oficiais.

No dia 5 de março a Justiça determinou a busca e apreensão de três adolescentes, vizinhos de Dudu, dois deles são apontados como participantes diretos nas agressões que levaram o menino à morte e também por ocultação de cadáver.

A solicitação para internação provisória partiu da Deaij (Delegacia de Atendimento à Infância e Juventude),responsável pela investigação desde o final do ano passado.

"Os adolescentes em referência, conforme se denota das provas produzidas até o momento, teriam sido os autores das agressões que levaram a óbito a vítima", justifica o juiz Carlos Alberto Carcete em despacho que autorizou a apreensão dos 3 garotos.

No mesmo dia, também foi determinada a prisão temporária de Holly Lee e Souza e de José Aparecido Bispo da Silva, o Cido. Holly é irmão de um dos menores que teria participado do assassinato.

"Os recentes depoimentos colhidos pela autoridade-requerente levaram a indícios sérios de que os representados, juntamente com dois maiores de idade, teriam agredido o ofendido até a sua morte e, em seguida, teriam praticado a ocultação do cadáver", argumenta ainda o juiz da Infância e Adolescência sobre a necessidade de recolher os adolescentes "para depoimentos sequenciais, confronto de informações, acareações", completa.

A decisão foi respaldada pelo Eca (Estatuto da Cirança e do Adolescente), pela gravidade do ato - lesão corporal seguida de morte e ocultação de cadáver, e para a segurança dos suspeitos, diante da repercussão social - clamor público que gera nas pessoas sentimentos de indignação.

O mais velho já cumpria medida sócio-educativa por roubo desde o dia 13 de janeiro na Unei Dom Bosco, em Campo Grande, um mês antes de completar 18 anos. Depois do pedido de busca e apreensão, ele foi transferido para a Unei Novo Caminho, também na Capital.

Segundo o Campo Grande News apurou,foi a partir da detenção dele que a investigação voltou a avançar, com Cido apontado como mentor do crime. O ex-padrasto de Dudu teria contratado os irmãos para matar o menino, desaparecido desde o dia 22 de dezembro de 2007. O motivo seria vingança conta a mãe do garoto, que havia rompido o relacionamento há quase 2 anos.

Os outros dois também são irmãos, um tem 17 anos e outro apenas 14. Depois de ouvir o grupo, a Polícia concluiu que o mais novo pode não ter participação efetiva na execução. O de 17 está na Unei Dom Bosco.

Depois dos suspeitos serem encontrados,a irmã de Holly também foi apreendida, conta o pai da garota, Pedro Vitalício, porque ameaçou a mãe de Dudu, Eliane Martins.

Dia do crime - Cido foi preso no dia 18 de março. Ele é suspeito de "contratar" Holly Lee, que já respondia processo por tentativa de homicídio, para organizar o crime.

Ele mora no mesmo bairro da família de Dudu, também onde vivia Cido, no Jardim das Hortênsias.

Holly chamou então o irmão que convocou outro amigo para o assassinato. Os quatro, incluindo Cido, são suspeitos de ter acompanhado toda a ação, desde as agressões, até a ocultação do corpo em uma área na saída para São Paulo.

Uma das versões investigadas é de que o menino foi espancado até a morte.

No terreno indicado por um dos adolescentes envolvidos, no dia 15 de março foram retirados ossos e alguns resquícios de roupas, provavelmente de Luis Eduardo.

A Polícia ainda não tem laudo com a comprovação de que a ossada é realmente de Dudu, foram solicitados exames complementares fora do Estado.

Rodovias federais de MS tiveram 162 mortes e 390 feridos graves em 2017
As rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul registram 1.928 acidentes durante o ano passado, sendo que destes resultaram 390 vítimas feridas g...
Carreta da Justiça retorna atendimentos semana que vem em Ladário
O calendário de viagens da Carreta da Justiça, projeto do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), será retomado começa na próxima segunda-...
Número de acidentes e mortes em rodovias federais cai em 2017
A falta de atenção dos motoristas brasileiros foi a principal causa dos acidentes de trânsito ocorridos ao longo do ano passado, segundo a Polícia Ro...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions