A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

28/07/2009 13:00

Queda na leishmaniose canina suspende entrega de coleira

Redação

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) encerrou o ciclo de distribuição de coleiras contra a leishmaniose canina em Campo Grande. No período, houve redução de 36% para em torno de 13% no índice de cães contaminados pela doença. "Fizemos em dois anos o trabalho de 10 anos", ressaltou o secretário Luiz Henrique Mandetta.

No entanto, a retomada da distribuição poderá ocorrer caso o Ministério da Saúde decida tornar o programa de distribuição gratuita de coleiras obrigatório em todo o País. Desde o início, o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) entregou, a cada semestre, cerca de 120 mil coleiras.

Mandetta estima que a próxima sorologia canina deverá constatar que o percentual de animais infectados deverá ficar em torno de 10% a 11%. "A estratégia deu certo", afirmou o secretário. Ele disse que a prefeitura só irá retomar o projeto caso o monitoramento constate aumento na incidência da doença nos cães.

Prazo para renovação de contratos do Fies é prorrogado para 30 de novembro
Os estudantes poderão renovar os contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) até 30 de novembro. Originalmente, o prazo terminava hoje (20)...
Tratamento para câncer de próstata ganha genérico inédito
A Anvisa publicou hoje (20) o registro do medicamento genérico acetato de abiraterona, que é utilizado no tratamento de pacientes com câncer de próst...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions