A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Janeiro de 2019

07/06/2010 17:56

Rapaz chora em depoimento e diz que não queria matar

Redação

O jovem Guilherme Henrique Santana de Andrea, de 22 anos, que matou no sábado o examinador do Detran Ítalo Marcelo de Brito Nogueira, de 27 anos, em uma festa de família chorou diversas vezes no depoimento prestado na tarde de hoje no 5° DP. Ao delegado adjunto Devair Aparecido Francisco, o autor disse que não teve intenção de matar e que a fatalidade resultou de uma brincadeira.

Por quase 3 horas Guilherme foi ouvido e contou sua versão do fato, na presença do advogado. O pai do jovem, o investigador Pedro Wlademir de Andrea lotado na Denar (Delegacia de Repressão ao Narcotráfico), não acompanhou o depoimento.

Mega-Sena acumula e pode pagar até R$ 38 milhões na quarta
Ninguém acertou as seis dezenas da sorte na noite deste sábado (19) e o prêmio da Mega-Sena acumulou em R$ 38 milhões. O próximo sorteio está previst...
OMS lista as 10 principais ameaças para a saúde em 2019
Surtos de doenças preveníveis por vacinação, altas taxas de obesidade infantil e sedentarismo, além de impactos à saúde causados pela poluição, pelas...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions