ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 28º

Cidades

Rapaz chora em depoimento e diz que não queria matar

Redação | 07/06/2010 17:56

O jovem Guilherme Henrique Santana de Andrea, de 22 anos, que matou no sábado o examinador do Detran Ítalo Marcelo de Brito Nogueira, de 27 anos, em uma festa de família chorou diversas vezes no depoimento prestado na tarde de hoje no 5° DP. Ao delegado adjunto Devair Aparecido Francisco, o autor disse que não teve intenção de matar e que a fatalidade resultou de uma brincadeira.

Por quase 3 horas Guilherme foi ouvido e contou sua versão do fato, na presença do advogado. O pai do jovem, o investigador Pedro Wlademir de Andrea lotado na Denar (Delegacia de Repressão ao Narcotráfico), não acompanhou o depoimento.

Nos siga no Google Notícias