A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/09/2013 11:58

Reajuste escolar no Estado será proposto pelo sindicato em outubro

Luciana Brazil

Enquanto em alguns estados o reajuste da mensalidade escolar para 2014 já foi previamente anunciado, e deve ficar acima da inflação, variando entre 10 e 15%, em Mato Grosso do Sul o Sinepe (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Mato Grosso do Sul) diz que as estimativas para o reajuste no Estado só começam a ser feitos em outubro.

A presidente do Sindicato, Maria da Glória Paim Barcellos, explica que ainda é cedo para iniciar a previsão de custos que resultará na proposta do aumento.

Desde 1999, com a Lei das Mensalidades, as escolas ficaram livres para determinar o reajuste combatível com a prestação de serviço. O aumento das mensalidades deve ser divulgado até da data da matrícula, segundo a lei. Porém, as mensalidades só podem ser reajustadas uma vez ano ano.

“As escolas traçam seus custos financeiros. Mas não existe um índice oficial para todo mundo”, disse Maria.
O sindicato é responsável por apresentar às escolas a política econômica, de acordo com a inflação do país. “Nós fazemos a orientação para as escolas particulares”.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...


Cara Maria Osório. Desculpe a intromissão, mas infeliZmente (no texto: infelismente) não posso deixar de registrar alguns erros de português cometidos no texto: feichar (fechar); setessentos (que depois foi corrigido - setecentos); nescessita (necessita); infração (inflação); sençata (sensata); e também erros gramaticais: frases sem virgulas e sem ponto final (haja fôlego para ler). Quanto ao seu protesto, concordo plenamente, temos que fazer valer nossos direitos, o aumento das mensalidades tem que ser proporcional ao dos salários. Temos que lembrar que a Educação é a mola propulsora do progresso. Temos que garantir aos nossos filhos um ensino de boa qualidade, para que eles tenham um futuro brilhante e digno.
 
Kelly Silva em 17/09/2013 17:23:53
É infelismente as escolas vão ter que feichar salas,porque uma mãe que ganha mil e setessentos de salario, que nescessita deixar seu filho em horario integral para trabalhar vai ter que rebolar no caso a minha filha desembolsa a metade do salario pra escola ela paga atuamente quinhentos e sessenta reais com este aumento vai pra quase setecentos e ai vai comprometer mais de trinta por cento do salario eu não acho justo pois o salario nunca acompanhou a infração espero que o sindicato das escolas seja um pouco sençata na decisão do aumento sem mais obrigada pela atenção.
 
Maria osorio em 17/09/2013 13:36:30
E UM ABSURDO, NOSSO SALÁRIO MÍNIMO E UMA MERDA, PAGAMOS INÚMEROS IMPOSTOS E AINDA TEMOS QUE PAGAR CARO PARA DAR UM ESTUDO DE QUALIDADE PARA NOSSOS FILHOS....ESCOLA PUBLICA E MUNICIPAL ESTA UM CAOS, AI TEMOS QUE CONFIAR NAS ESCOLAS PARTICULARES, MAS FAZER O QUÊ, ISSO E O BRASIL, OS POLÍTICOS ROUBAM AI FICAM BRINCADO COM A CARA DO BRASILEIRO DE MANDA OU NÃO MANDA PARA CADEIA E O POVO BRASILEIRO QUE TRABALHA DURO PARA DAR UM FUTURO PARA OS FILHOS SOFREM.....
 
Rogerio Tavares em 17/09/2013 12:46:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions