A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

17/04/2015 11:33

Reinaldo diz que reposição de hora é para atender a população

Servidores terão que compensar hora não trabalhada do dia 20

Leonardo Rocha
Reinaldo ressaltou que hora trabalhada depois será para atender melhor a população (Foto: Marcelo Calazans)Reinaldo ressaltou que hora trabalhada depois será para atender melhor a população (Foto: Marcelo Calazans)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que a mudança na regra do ponto facultativo, em que os servidores terão compensar a hora não trabalhada, foi uma decisão legítima do governo, com a intenção de servir melhor a população, que cobra as atividades e serviços públicos de qualidade. Ele ressaltou que caso os servidores não aprovem esta alteração, o executivo poderá deixar de conceder esta folga que intercalam com os feriados.

“Foi uma decisão do governo que a sociedade cobra, não será uma reposição de hora para o governador e sim para população, foi uma determinação para se repor em 6 ou mais dias, mas se eles (servidores) entenderem que não querem, não vai ter mais ponto facultativo intercalado”, disse Azambuja, durante inauguração de espaço no Parque Estadual Matas do Segredo.

O ponto facultativo foi concedido para o dia 20 de abril, um dia antes do feriado (21), que pela primeira vez na história do Estado, os servidores terão que compensar estas horas não trabalhadas, podendo fazer a reposição em uma hora diária, por seis ou oito dias, de acordo com a jornada de trabalho de cada servidor.

O decreto ainda prevê que aquele que não fizer esta compensação poderá receber descontos em seus vencimentos e lançamento de falta no serviço. As autoridades competentes de cada Secretaria irão fiscalizar as disposições. Esta decisão foi publicada ontem (16), no Diário Oficial do Estado.

Governo emenda feriado, mas exige compensação de horas de servidor
O governo decretou ponto facultativo para o dia 20 de abril aos servidores estaduais, emendando o feriado, no entanto pela primeira vez em Mato Gross...
Maioria ainda está descrente e acha que oferta de empregos não será maior
A maioria dos leitores que participaram da enquete da semana não acredita que a oferta de emprego vai melhorar em 2018. Em 2017, o saldo – diferença ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions