A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

16/08/2010 15:57

Remédios lideram casos de intoxicação, aponta serviço

Redação

O Civitox (Centro Integrado de Vigilância Toxicológica) de Campo Grande divulgou dados referentes ao primeiro semestre de 2010 e eles apontam que os casos de intoxicação humana por medicamentos são os que lideram os registros. Foram 193 vítimas casos no período.

Na sequência, estão os casos de intoxicação por animais peçonhentos como o escorpião, com 85 vítimas no primeiro semestre de 2010.

Também foram registrados 62 caos de intoxicação pelos chamados domissanitários, entre os quais se incluem produtos de limpeza. Segundo o Civitox, são produtos químicos capazes de causar sérios acidentes quando utilizados ou armazenados de forma incorreta.

Orientação - A farmacêutica do Civitox, Suelen Trentin Sodré, orienta a população a ligar sempre ao órgão em caso de dúvidas."A pessoa deve ligar para ter certeza de que se trata de algum produto tóxico. Já existiram casos de ser necessário amputar perna de criança por picada de serpente. Tem casos em que não vai acontecer nada, mas em caso de dúvida, esperar não é inteligente. Em casos de intoxicação, o ideal é ligar para o serviço ou levar para a unidade básica de saúde mais próxima que eles encaminham".

Suelen ressalta que muitas crenças não são recomendáveis, como tomar leite, por exemplo. "Não mexer, não amarrar, não chupar sangue, evitar fazer coisas no 'achismo'. Não tomar medicamentos sem orientação médica, somente porque o vizinho toma e sempre guardar longe de crianças os domissanitários. A maioria dos acidentes envolvendo crianças acontecem porque elas acharam e colocaram na boca", alertou.

Serviço

Em casos de intoxicação, o centro integrado de vigilância toxicológica atende 24 horas, por meio do telefone 0800 722 6001.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions