A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

12/11/2014 12:47

Sanesul investe R$ 323 milhões em esgoto e MS está entre os 3 melhores

Filipe Prado e Leonardo Rocha
O Governador André Puccinelli assinou uma ordem de serviço de saneamento para 32 cidades (Foto: Marcelo Calzans)O Governador André Puccinelli assinou uma ordem de serviço de saneamento para 32 cidades (Foto: Marcelo Calzans)

Após investimento de 1 bilhão, o governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB) afirmou, durante assinatura para ordem de serviços de saneamento em 32 municípios no auditório da Governadoria, que o Estado está entre os três melhores na captação e tratamento de esgoto no país. O tratamento de esgoto está em quase 100% dos municípios do Estado, conforme o governador.

Durante o evento, o diretor-presidente da Sanesul (Empresa de Saneamento do Mato Grosso do Sul), Victor Yazbek Filho, revelou que serão R$ 323 milhões investidos nos 32 municípios, com ações do Governo Estadual e Sanesul. “Algumas obras já foram contratadas e outras houve a autorização para o processo de licitação abertos”.

Conforme o diretor-presidente, Mato Grosso do Sul, com estes investimentos, chega a uma média de 60% a 65% da cobertura da rede de esgoto, que é coletado e tratado. “Em cidades maiores, como Dourados, Corumbá e Três Lagoas, esta cobertura chega a ser acima de 90%”, afirmou Yazbek Filho.

Puccinelli explicou que em 2007, quando a presidente Dilma Rousseff (PT) ainda era ministra-chefe da Casa Civil, ele utilizou R$ 345 milhões em recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) 1 e 2 para o saneamento de Mato Grosso do Sul.

“Hoje tem água tratada em quase 100% dos município, além de rede de esgoto, o que deixa o Estado entre os três melhores na captação e tratamento de esgoto do país”, assegurou Puccinelli. Ele ainda explicou que o tratamento da água é importante para evitar doenças como Hepatites e as advindas de parasitas.

Em Corumbá, segundo o governador, foram investidos mais de R$ 130 milhões em saneamento.

As cidades contempladas com o investimento serão Alcinópolis, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bataguassu, Bonito, Caarapó, Camapuã, Caracol, Chapadão do Sul, Corumbá, Dourados, Figueirão, Guia Lopes da Laguna, Inocência, Itaporã, Ladário, Maracaju, Miranda, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Pedro Gomes, Ponta Porã, Rio Brilhante, Rio Negro, Rio Verde, Sidrolândia, Terenos, Três Lagoas e Vicentina.

O prefeito de Aparecida do Taboado, José Robson Samara, ficou satisfeito com o investimento, pois “quando se investem R$ 1 com saneamento, se economiza R$ 5 com a saúde”. No município serão investidos R$ 35,9 milhões e, segundo o prefeito, a cobertura de esgoto da cidade era de 4% e agora deve chegar a 20%.

Em Rio Negro não havia cobertura de esgoto, conforme o prefeito Gilson Romano, mas com os recursos, irá chegar a 40%. “Com este investimento será feita uma reforma no reservatório de tratamento de água e esgoto e ampliação do escritório da Sanesul”.

Outro município que, de acordo com o prefeito, não tinha esgoto seria Rochedo. João Cordeiro alegou que o investimento é importante, já que a cidade fica às margens do Rio Aquidauana e “sem saneamento pode gerar doenças à população”.

Em Rio Verde do Mato Grosso serão investidos R$ 8 milhões, porém o prefeito da cidade, Mario Kruger, conseguiu, junto ao Governo Federal, mais R$ 2,5 milhões através do PAC. “Estes R$ 2,5 milhões são para resolver os problemas do Bairro Campo Alegre, que está com problemas no lençol freático”, explicou.

O investimento advindo o Governo do Estado serão para a recuperação do esgoto de Rio Verde. Atualmente a cobertura da cidade é de apenas 10% e precisa ser ampliada, segundo Kruger.

Antônio Ângelo, prefeito de Inocência, contou que a cidade também possui uma cobertura de 10% da rede de esgoto, sendo que os R$ 2,66 milhões investidos irão “melhorar muito a qualidade de vida da população”.

Três bairros de Nova Andradina receberão R$ 2,4 milhões para as obra de esgoto. “Hoje o município possui 25% de cobertura de esgoto e espero que este investimento aumente cada vez mais as ações de saneamento básico”, comentou o prefeito Roberto Hashioka.

Prefeito de Aparecida de Taboado, Robinho Samara, diz que investimentos em saneamento, geram economia em saúde (Foto: Marcelo Calazans)Prefeito de Aparecida de Taboado, Robinho Samara, diz que investimentos em saneamento, geram economia em saúde (Foto: Marcelo Calazans)
Prefeito de Rochedo, João Cordeiro, diz que recursos vão colaborar com a melhor qualidade de vida da população (Foto: Marcelo Calazans)Prefeito de Rochedo, João Cordeiro, diz que recursos vão colaborar com a melhor qualidade de vida da população (Foto: Marcelo Calazans)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions