A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

17/02/2009 17:32

Secretário de Saúde pede exoneração em Dourados

Redação

O secretário de Saúde de Dourados, Edvaldo Moreira, entregou ao prefeito Ari Artuzi (PDT) um pedido de exoneração em caráter irrevogável nesta manhã.

Segundo o site Dourados Informa, ele alegou motivos pessoais para o afastamento.

Ele teria ainda ressaltado que se sentia desgastado por assumir uma pasta difícil e complicada como a da Saúde.

Amanhã, o secretário deverá confirmar a exoneração e retornar para sua função de enfermeiro em um posto de saúde de Dourados.

Nesta semana, o MPF (Ministério Público Federal) abriu inquérito para investigar as circunstâncias em que 190 pessoas morreram no Hospital de Trauma de Dourados em 2008 e deu prazo de 5 dias para que as secretarias de Saúde municipal e estadual prestassem esclarecimentos.

A denúncia é de que as mortes teriam ocorrido por falta de neurocirurgião na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

De acordo com o levantamento, o problema piorou a partir de junho de 2008, ocasião em que o Hospital Evangélico de Dourados suspendeu parceria com a prefeitura municipal para o atendimento dos casos de urgência. Um dos indicativos, apresentados ao Ministério Público, foi o fato das mortes em casos de urgências registrarem um aumento de 5 para 12% do total dos pacientes atendidos, em relação aos anos anteriores.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions