A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

27/04/2011 09:32

Segurança é maior reivindicação de juízes federais, diz Odilon sobre paralisação

Fransisco Júnior
O juiz federal Odilon de Oliveira explicou motivos de paralisação. (Foto: João Garrigó)O juiz federal Odilon de Oliveira explicou motivos de paralisação. (Foto: João Garrigó)

Cerca de 80% dos juízes federais de todo o país aderiram à paralisação nesta quarta-feira (27). A informação é do juiz federal Odilon de Oliveira.

Segundo o magistrado, a segurança dos juízes e melhores condições de trabalho são as principais reivindicações da categoria. “Nós queremos mais segurança”, afirmou.

A redução do orçamento deste ano destinado ao Ministério da Justiça acabou afetando a atuação dos policiais federais, consequentemente a segurança dos magistrados.

Outro problema apontado pelo juiz é com relação ao trabalho nos juizados. “Os juizados estão entulhados de processos. Tem processo que leva 2 anos para ser julgado. Tem juiz que chega a ficar responsável por 22 mil processos. Nós precisamos de melhores condições de trabalho”, relata.

De acordo com Odilon de Oliveira, 90% dos processos que tramitam nos juizados, que tem competência de julgar ações de no máximo 60 salários mínimos, envolvem questões previdenciárias.

Os juízes reivindicam ainda reajuste de subsídio e equiparação de direitos com membros do Ministério Público.

A Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil), que lidera o movimento, informa que apesar da paralisação, as portas da Justiça estarão abertas, uma vez que os servidores não estarão em greve. A Ajufe informa ainda que, mesmo paralisados, os juízes poderão ser contactados para resolver questões urgentes.

O ato de paralisação contará com palestras na sede da Justiça Federal em Brasília, com a participação de sindicalistas da Itália, da Europa e de Portugal. Cerca de 100 juízes devem vir a Brasília. Em Mato Grosso não está programada nenhuma manifestação dos magistrados.



antes de qualquer aumento para judiciário devemos olhar para as regalias que os mesmos detém há tempos. apesar de dizerem que a mobilização é por segurança e melhorias de trabalho, todos sabemos que a exigência número 1 é salário.
 
Marcelo Paiva em 28/04/2011 07:06:02
engraçado, e a segurança do povo fica aonde?
eu acho que os senhores estão aginda de maneira certa, começa a requerer bens dos traficantes milionario que sao presos e investir na segurança. Ta ai, quando for inaugurar o aquário de 84.000.000,00 vão todos la ver .....
 
jose mancini em 27/04/2011 10:45:18
Imaginem como se sentem os policiais (de qualquer instituiçao), que combatem o crime na linha de frente, com relaçao a segurança propria e de familiares. Sem mencionar o salario.
 
joao francisco em 27/04/2011 09:39:01
JUIZES A REINVINDICAÇAO E´JUSTA POREM TEM JUIZ SOLTANDO BANDIDO POR CAUSA DESSE MUTIRAO CARCERARIO...
IGUAL SOLTOU O ASSASSINO DE MINHA MAE !
 
VALERIA GUTOSKI em 27/04/2011 08:59:00
É.....alguns juizes em Mato Grosso do Sul não se manifestam para nada, nós é que os pagamos. E agora será que algum juiz vai aparecer na abertura da conta da Assembleia Legislativa. Medão Hem......
 
Roberto Reinig Bueno em 27/04/2011 07:50:20
porque os sr nao junta ao demais servidores publicos estaduais efederais q ganham muito pouco em em relaçao aos srs e politicos.so assm as coisas podem mudarem. nao sabemos p q serve tribunal de contas q nao fiscaliza nada ,porq sao nomeados para aprovarem contas iregularem dos seus padrinhos politicos .justiça so se faz c justiça.
 
antonio ari bastos em 27/04/2011 05:37:04
Existem coisas prioritárias; o atendimento às reivindicações dos juízes federais é uma delas. O exemplo de dedicação do juiz Odilon de Oliveira é o mais evidente. Todos sabem que este homem abdicou de toda sua vida social, restringindo a cultural e confinou-se com sua familia em prol de uma sociedade mais justa. Presidente Dilma, se selecionar uma boa e honesta diretoria de qualquer estatal já é o suficiente para atender a solicitação destes trabalhadores do bem. A propósito, se até o final de seu governo tiver 50% das estatais bem administradas já dá para repor todo o corte de seu orçamento de R$ 50bi, que inclui o orçamento do ministério da justiça. Pense e priorize isso.
 
JOÃO TRINDADE em 27/04/2011 05:33:30
acho que não é so segurança,também mais juízes para dar mais andamento nos pracessos eu estou sendo prejudicada nos meus processos ,do meu pai do apartamento da caixa economica o juiz federal do parana nem deu o andamento no processo e ele de tanto esperar acabou morrendo e não deu em nada,agora e os juros da poupança que eu espero a nove anos o juiz federal de campo grande dar a parecer dos planos collor,vou morrer também e não receber ja tenho 62 anos só por deus.
 
ada lucia em 27/04/2011 05:28:55
sera que esses cortes no orçamento ja e coisa da nossa presidente dilma, se for a coisa vai ficar preta porque estamos so no começo.essas coisas que eu gostava do lula, ele tinha visao de certas coisas que nao se pode faltar. tem coisas que nao pode esperar, tem que ser feito no dia, eu vejo que agora meio que volta na epoca do fernando henrique, onde tudo era devidamente pensado, estudado e enquanto isso a coisa desandava. a fome , remedio, segurança nao se pode esperar para depois, uma coisa eu tenho certesa dinheiro nao falta nesse pais, pos o que se paga de imposto nesse pais, nem ladrao acaba
 
luiz fernandes em 27/04/2011 03:43:00
Porque voces não pedem para remunerar melhor os agentes de segurança?
 
jose da silva em 27/04/2011 02:45:34
A reinvidicação dos juízes é justa pois foi o governo federal que cortou o orçamento com a segurança, unica instituição que não foi ainda manchada pela corrupção ainda tem ilutres juízes verdadeiros heróis da nação que combatem o crime pesado de drogas, a seguraça é o mínimo que o Estado (União) deve oferecer.
 
Sandro Lima em 27/04/2011 01:22:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions