A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

06/01/2009 07:55

Sem dinheiro, prefeitura deve atrasar salários de 7 mil

Redação

O quinto dia útil se aproxima e a prefeitura de Dourados, segunda maior cidade do Estado, não tem os R$ 11,6 milhões para quitar a folha de dezembro. A perspectiva é de atraso no pagamento dos sete mil servidores municipais. "Lamentavelmente, isso deve acontecer", afirma secretário de Receita, João Azambuja.

Segundo ele, o prefeito Ari Artuzi (PDT), que tomou posse na última quinta-feira, foi surpreendido pela falta de recursos. "Foi uma surpresa, porque o prefeito [Laerte Tetila] pagava sempre em dia", observa. De acordo com o secretário, o compromisso da administração anterior era deixar o dinheiro em caixa para o pagamento de dezembro.

João Azambuja alerta que já há preocupação também com a folha de janeiro. Ao assumir, Artuzi antecipou o pagamento para o dia 30 de cada mês. A prefeitura aguarda que os repasses de ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e FPM (Fundo de Participação dos Municípios) injetem dinheiro no município.

"Os recursos que temos em caixa estão vinculados a contratos, como construção de galerias e casas populares".

Para pagar dezembro, uma das alternativas é licitar a folha de pagamento. O secretário revela que houve contato com o Banco do Brasil, que já administra a folha da prefeitura.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions