A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

23/11/2010 17:30

Sequestradores queriam pagar dividas e abrir mercado

Redação

Presos ontem após investigações do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), os irmãos André Luiz Nogueira Vieira (30) e Daniel Flávio Nogueira Vieira (29) pretendiam pagar dívidas e abrir um mercado com o dinheiro do resgate pago pela família de uma adolescente de 16 anos, que foi mantida refém durante quatro dias em uma chácara em Terenos.

De acordo com André, foi pedido à família um resgate de R$ 200 mil. O dinheiro seria usado para pagar dívidas contraídas com agiotas, além de parcelas de prestação de uma casa, uma moto e um carro, todas em atraso. "Com o dinheiro dava para pagar as dívidas e sobraria um pouco para montar um mercado", explica.

Como a negociação se arrastou ao longo de quatro dias, os acusados decidiram abaixar o valor do resgate. "Mesmo se a família não pagasse nós iríamos soltar ela no domingo. Era muita pressão". Na noite da libertação, porém, os familiares conseguiram levantar R$ 57 mil, que foram deixados em uma rua no bairro União, em Campo Grande.

"Aceitamos porque com esse valor dava para pagar todas as dívidas, mas não sobraria para o comércio. Foi a pior coisa que fizemos. Se pudesse eu voltaria atrás", lamenta Daniel, responsável pela comunicação com a família e que confessou o planejamento inicial do sequestro.

De acordo com o delegado titular do Garras, Ivan Barreira, nenhum dos irmãos possui passagem pela Polícia Civil. Porém, apesar da "pouca experiência" dos envolvidos, o crime foi considerado muito bem organizado pelos policiais.

"Eles alegam dívidas, dificuldades financeiras. Mas construíram um sequestro muito bem elaborado e planejado. Sabiam muito bem o que estavam fazendo", garante o delegado Ivan Barreira.

Não há registro de sequestros em Campo Grande desde 1999, afirma o delegado do Garras. Os envolvidos responderão processo por extorsão mediante sequestro e podem cumprir de 12 a 20 anos em regime fechado.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions