A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

20/03/2010 09:32

Servidores da saúde fazem ato público no centro

Redação

Cerca de 200 servidores da saúde que trabalham no Hospital Regional, em Campo Grande, realizam nesta manhã ato público no centro da Capital. Com carro de som, faixas e um caixão, eles entregam panfletos informativos sobre a greve.

De acordo com o presidente do Sintss/MS (Sindicato dos Trabalhadores de Saúde e Seguridade Social), Júlio Cesar das Neves, o movimento é organizado para explicar à população os motivos da paralisação das atividades no hospital.

"O governador está tentando colocar a opinião pública contra os trabalhadores", reclama Neves. Por este motivo, eles cancelaram a passeata que seria realizada hoje, para não atrapalhar o trânsito e prejudicar a imagem do movimento.

No Regional, apenas 30% dos serviços foram mantidos, conforme determina a lei de greve. As cirurgias eletivas estão suspensas e 70% dos trabalhadores passam o expediente na manifestação em frente ao hospital.

Não há previsão para o término da greve. O governador André Puccinelli (PMDB) anunciou o corte do ponto dos trabalhadores grevistas. De acordo com a assessoria jurídica do Governo, a Justiça decretou a ilegalidade do movimento.

Entretanto, o presidente do sindicato afirma que ainda não recebeu nenhum comunicado oficial sobre o assunto.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions