A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

03/08/2009 14:50

Setor de enfermagem cruza os braços na Santa Casa dia 5

Redação

Trabalhadores do setor de enfermagem da Santa Casa de Campo Grande farão uma paralisação nesta quarta-feira (05/08). Das 6h30 às 9h30, eles cruzarão os braços para cobrar reajuste de 15% nos rendimentos dos funcionários.

Somente os serviços no CTI (Centro de Terapia Intensiva) serão mantidos totalmente, segundo o Siems (Sindicato dos Trabalhadores em Enfermagem de Mato Grosso do Sul). A negociação salarial envolve aproximadamente 950 trabalhadores, entre auxiliares e técnicos de enfermagem, além de enfermeiros.

Eles irão votar indicativo de greve já que a direção do hospital oferece apenas 7% de reajuste do salário, índice bem abaixo dos 15% cobrados pelos funcionários. Conforme o diretor de comunicação do sindicato, Célio Boscardin, a contraproposta foi rejeitada por unanimidade.

Boscardin afirma que desde abril apresentou o percentual pleiteado pelos trabalhadores. Em março o índice foi definido pela categoria e a data-base é o mês de maio.

Caso não haja acordo, os trabalhadores ameaçam entrar em greve. Atualmente, auxiliares recebem salários de R$ 658,58, técnicos 709,00 e enfermeiros R$ 1.979,92.

Em 6 dias de operação, PM prende 90 foragidos e apreende 821 kg de drogas
A PM (Polícia Militar) realizou entre terça-feira (10) e domingo (15) a operação Pacificador 67 em Mato Grosso do Sul, atingindo números altos de pri...
Redação do Enem que desrespeitar direitos humanos pode receber nota zero
Entre as regras a serem seguidas pelos candidatos que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na elaboração da prova de redação está o resp...
Em semana com três concursos, Mega-Sena sorteia R$ 2,5 milhões nesta terça
A Mega-Sena promete pagar nesta terça-feira (17) o prêmio de R$ 2,5 milhões ao apostador que acertar os seis números que serão sorteados a partir das...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions