A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

31/03/2011 10:19

Sindicato diz que trabalhadores não incendiaram alojamentos

Nadyenka Castro e Ricardo Campos Jr.

Reunião com empresa acontece hoje

Trabalhador mostra hematoma nas costas. (Foto: João Garrigó)Trabalhador mostra hematoma nas costas. (Foto: João Garrigó)

Para o sindicato que representa os trabalhadores da Usina Hidrelétrica São Domingos, não foram eles que incendiaram os alojamentos, na semana passada.

De acordo com Sales José da Silva, um dos diretos da Força Sindical, não há provas contra os operários. Ele diz que é “ilógico” acusá-los.

O sindicalista explica que os trabalhadores são pobres, muitos sem estudo, saíram de cidades do interior de outros estados e, segundo ele, sem condições de se organizarem para “fazer um tumulto daqueles”.

Conforme Sales José, muitos operários perderam documentos e roupas e alguns só ficaram com o que estavam vestidos.

Ele diz que suspeita de quem possa ter causado o incêndio que destruiu tudo no canteiro do alojamento, em Água Clara, mas prefere não falar nomes “Seria leviandade da minha parte levantar suspeitas sem prova alguma. Tudo leva a crer que não foram os trabalhadores”.

Por causa do quebra-quebra, cinco operários foram presos pela Polícia. Eles já estão soltos . Um deles, Franklan Ferreira da Silva, de 34 anos, denunciou a violência sofrida. Ele está com vários hematomas pelo corpo.

O grupo reclama das condições do alojamento, falta de pagamento de hora extra, filas e dificuldade de acesso ao refeitório, isolamento por falta de comunicação, baixos salários e falta de transporte durante a semana.

A obra é do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

O sindicato está reunido na manhã desta quinta-feira com representantes da Eletrosul, responsável pelas obras da usina hidrelétrica São Domingos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions