A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/12/2009 10:32

Sindicato fiscaliza horário de funcionamento do comércio

Redação

Os fiscais da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego e a diretoria do SECCG (Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande) vão fiscalizar na área central e periferia da cidade o acordo de fechamento dos supermercados e lojas do shopping Campo Grande.

O previsto é que o shopping funcione até às 20 horas desta quinta-feira e as lojas da área central até às 18 horas.

A medida acontece, porque o sindicato recebeu denúncia de funcionários de que algumas lojas e supermercados pretendem estender o horário de fechamento por pelo menos mais uma hora, o que não será permitido, pois fere a Convenção Coletiva de Trabalho firmada entre as duas partes (entidade patronal e dos empregados). A informação é de Idelmar da Mota Lima, presidente do SECCG.

Segundo ele, algumas lojas foram autuadas esta semana por extrapolarem o horário de fechamento, que é de 22h para o comércio da área central e meia noite no shopping Campo Grande.

Por isso os fiscais voltam hoje às lojas e supermercados para garantir que os funcionários saiam no horário previsto.

O diretor sindical André Luiz S. Garcia percorre o comércio desde as primeiras horas da manhã de hoje. Garcia disse que os lojistas precisam cerrar as portas no horário combinado, "Obviamente as lojas que tiverem clientes nesse horário, serão atendidas normalmente. Mas não pode ser permitida a entrada de novos clientes após os horários estabelecidos para fechamento dos respectivos estabelecimentos", comentou.

André Luiz informou tomou conhecimento de que algumas lojas da área central pretendem fechar as portas às 19 horas e outras às 20 horas. De acordo com o sindicalista, isto não será tolerado: "A fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego vai estar conosco para evitar isso", afiançou. Disse também que alguns supermercados pretendem permanecer abertos até às 21 horas.

Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions