A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

06/02/2013 10:45

Sobe para 6 número de mortes por dengue este ano em MS

Secretaria Estadual de Saúde confirmou mais 3 mortes; 2 em Vicentina e 1 em Sidrolândia

Carlos Martins
Secretaria Estadual de Saúde confirmou mais 3 mortes causadas pela dengue elevando para 6 o número de óbitosSecretaria Estadual de Saúde confirmou mais 3 mortes causadas pela dengue elevando para 6 o número de óbitos

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou a morte de mais três pessoas elevando para seis os óbitos causados pela dengue no Estado. Duas mortes ocorreram em Vicentina e uma em Sidrolândia. Anteriormente já haviam sido registradas mortes em Campo Grande, Nova Andradina e Aquidauna. Oito mortes ainda estão sendo investigadas.

Conforme o último boletim divulgado pela secretaria estadual, com números fechados até o dia 26 de janeiro, em todo o Estado haviam sido notificados 19.956 casos de dengue. O próximo boletim deverá ser divulgado entre hoje a amanhã pela secretaria. Em Campo Grande, de acordo com informações da prefeitura, o número de notificações já é superior a 16 mil, com 703 casos confirmados.

As mortes em Vicentina ocorreram entre 22 e 24 de janeiro e só agora foram notificadas ao Estado pelo município que estava investigando as causas. As duas vítimas eram mulheres idosas, uma de 92 e outra de 89 anos. Ambas tinham histórico de doenças crônicas como diabetes e hipertensão.

Dos oito casos que estão sob investigação, sete são em Campo Grande e um em Aquidauana. Segundo a Assessoria de Imprensa da Secretaria de Saúde, o resultado deve sair entre 20 e 30 dias porque depende da necropsia e também dos exames de sorologia da dengue.

Os casos de morte provocados pela dengue mostram que os idosos são os mais atingidos. A primeira vítima confirmada foi um idoso de 73 anos, morador de Aquidauna, que morreu na primeira semana de 2013. Em Campo Grande, a primeira morte confirmada foi a de Ana Leite Ovelar, 61 anos. Ela ficou internada por três dias no Hospital Regional e morreu no dia 21 de janeiro. A terceira vítima também foi uma idosa, moradora de Aquidauna, que morreu no dia 30 de janeiro aos 73 anos, depois de ter ficado internada por nove dias em um hospital da cidade.

Combate à dengue em Dourados segue durante o Carnaval
Dourados terá segue com o combate à dengue neste período de Carnaval. A partir de sábado (9), os agentes de endemias vão fazer visitas domiciliares n...
Programa de combate à dengue do Sesi atende bairro Nova Lima
Terminaram nesta terça-feira (5) em Campo Grande as atividades do programa “Elimine a Dengue do Seu Bairro”, no bairro Nova Lima. O programa, do Sesi...
Bernal vai aos Correios para lançamento de campanha contra dengue
O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), participa hoje, a partir das 8h, do lançamento de campanha contra a dengue. Por meio de parceria com...


a dengue deve ser combatida o ano todo nao so quanto ela vem em epidemia
 
erick silva em 06/02/2013 14:17:57
Além da dengue, a população também deve ficar atenta ao aparecimento de escorpiões; com o aumento das chuvas e o acúmulo de lixo nos quintais baldios e nas calçadas, a presença desses e outros peçonhentos preocupa e ameaça os moradores. Um exemplo: Rua dom Pedro II, Vila Planalto, Campo Grande-MS.
 
José Antonio Sassioto em 06/02/2013 12:06:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions