A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

30/06/2009 21:19

STF nega pedido de transferência de Arcanjo da Capital

Redação

Conhecido como "comendador" e apontado como chefe do crime organizado no Mato Grosso, João Arcanjo teve pedido de liminar negado pelo ministro Carlos Ayres Britto, do STF (Supremo Tribunal Federal). Ele pretendia ser transferido da penitenciária de segurança máxima onde cumpre prisão para a penitenciária fededal de Cuiabá.

A decisão se contrapôs ao Habeas Corpus impetrado pela defesa de Arcanjo, que sustentava ilegalidade na sua transferência de Campo Grande. O argumento defendido seria porque "não houve nenhuma justificativa idônea" para a transferência e também porque os advogados não teriam sido ouvidos com antecedência.

Britto negou o pedido, explicando que "no caso, não estão configurados, de plano, os pressupostos autorizadores da concessão da medida liminar". Assim, ele negou a liminar e ainda solicitou informações à 2ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá, bem como do TJMT (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions