ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 21º

Cidades

Superlotada, Máxima da Capital pára de receber presos

Por Redação | 22/07/2008 08:21

Superlotado há anos, o Estabelecimento Penal de Segurança Máxima de Campo Grande vai parar de receber presos. A interdição do local deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado ainda nesta semana.

De acordo com a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), a unidade vai continuar a receber detentos até que a interdição seja publicada. A medida é decisão da própria Secretaria, baseada em relatórios de promotores e juízes da Execução Penal, que há muito tempo constatam a superlotação e o número insuficiente de agentes penitenciários.

A ação atende também pedidos do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Mato Grosso do Sul. De acordo com o presidente, Fernando Anunciação, a interdição da unidade penal é pedida pela classe desde antes da rebelião ocorrida em 2006, quando o local foi parcialmente destruído.

Segundo Anunciação celas onde deveriam ficar cerca de 10 presos, têm quase 50.

Nos siga no Google Notícias