A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/07/2008 08:21

Superlotada, Máxima da Capital pára de receber presos

Redação

Superlotado há anos, o Estabelecimento Penal de Segurança Máxima de Campo Grande vai parar de receber presos. A interdição do local deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado ainda nesta semana.

De acordo com a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), a unidade vai continuar a receber detentos até que a interdição seja publicada. A medida é decisão da própria Secretaria, baseada em relatórios de promotores e juízes da Execução Penal, que há muito tempo constatam a superlotação e o número insuficiente de agentes penitenciários.

A ação atende também pedidos do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Mato Grosso do Sul. De acordo com o presidente, Fernando Anunciação, a interdição da unidade penal é pedida pela classe desde antes da rebelião ocorrida em 2006, quando o local foi parcialmente destruído.

Segundo Anunciação celas onde deveriam ficar cerca de 10 presos, têm quase 50.

UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...
IFMS oferece 200 vagas para cursos técnicos e inscrições findam em janeiro
Interessados em realizar cursos técnicos podem participar de seleção no IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul). São oferecidas 200 vagas na m...
Aplicativo enviará à CGU denúncias de agressão e discriminação a pessoas LGBTI+
O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União recebe, a partir de hoje (18), denúncias feitas pelo aplicativo TODXS, relativas à discr...
TSE: regras eleitorais deixam dúvidas sobre fake news e autofinanciamento
O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (18), por unanimidade, as 10 resoluções que irão regular as eleições de 2018, mas ainda ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions