A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

23/01/2014 09:13

Superlotado, presídio de Coxim abriga 118, mas capacidade é para 24

Francisco Júnior

Com capacidade para 24 detentos, o presídio de Coxim abriga atualmente 118 presos. A superlotação foi constatada pela Comissão Provisória do Sistema Carcerário de Mato Grosso do Sul que visitou o local ontem (22).

Conforme a Comissão, no presídio são cinco celas comuns e uma de segurança média que teria que abrigar seis detentos cada uma, o que não acontece, já que são de 12 a 18 pessoas por cela.

Em MS, a situação é crítica, com 12.400 presos em uma capacidade de lotação de 6.446, o que representa um déficit de 5.954 vagas.

A iniciativa do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB) de desenvolver o mutirão foi devido ao caos do sistema prisional brasileiro, as constantes rebeliões e as recentes notícias sobre a situação deflagrada nos presídios do Maranhão e Rio Grande do Sul. A Comissão da Seccional sul-mato-grossense, formada por oito advogados, foi nomeada pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), Júlio Cesar Souza Rodrigues, no último dia 13.

Além das cinco unidades prisionais da Capital, a Comissão visitou também, na segunda-feira (20), a Unidade de Segurança Média de Três Lagoas. O local, que tem capacidade para 248 detentos, abriga 515. Dando prosseguimento à agenda, na próxima semana serão vistoriados presídios de mais cinco cidades do interior. Na segunda-feira (27) a Comissão estará em Corumbá e Dois Irmãos do Buriti e na quinta (30) visita as penitenciárias de Dourados, Naviraí e Ponta Porã.

Em Coxim a visita foi feita pelo presidente da Comissão, Carlos Magno Couto, o vice-presidente Luiz Carlos Saldanha Junior, que é membro da Coordenação Nacional de Acompanhamento do Sistema Carcerário, o advogado Caio Magno Duncan Couto, da Comissão de Direitos Humanos da OAB/MS, o conselheiro estadual Jordelino Garcia de Oliveira e o secretário geral da Subseção de Coxim, Abílio Júnior Vaneli.



Ta bom demais. Cabe mais cem. Se não tiver lugar "some" com alguns. Marginal não faz falta mesmo. E ainda assim ta dando despesa gastando nossos impostos. E ainda teve uma comissão que perdeu tempo e dinheiro viajando pra ver condição de presidio ?
É o fim da picada, vai ver as condições de hospitais, escolas, creches, enfim onde tem gente que merece existir. Achou ruim ? Ta com dó ? Leva pra casa.
 
Jose Batista em 23/01/2014 11:27:23
Como que existe um presídio para apenas 24 pessoas?
 
Rafael Pacheco Vitorio em 23/01/2014 09:59:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions