A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

29/04/2011 12:13

Suspeito de execução é ouvido pela polícia e nega crime em Coxim

Vivianne Nunes

André Wesley de Freitas, 20 anos, foi ouvido pela Polícia Civil nesta quinta-feira, em Coxim. Ele é um dos suspeitos de ter executado a tiros o jovem Dejanir Santana da Silva, 18 anos, na noite de quarta-feira, na Avenida Virgínia Ferreira, no centro de Coxim.

Ele nega a autoria do crime, mas relatou à polícia que, há um mês, atirou contra o jovem por conta de um desentendimento em uma casa noturna na Avenida Presidente Vargas.

Conforme o depoimento do jovem, depois desse episódio ele não teve mais contato com o rapaz conhecido por Dejinha, que foi morto às 21h45min.

O acusado foi submetido a exame residuográfico. As roupas que teriam sido usadas por ele no dia do crime também foram apreendidas e encaminhadas para a perícia.

O delegado Amylcar Eduardo Romero, que esta conduzindo as investigações, informou ao site Edição MS que existem várias linhas de investigações, já que a vítima possuía vários desafetos.

Ainda hoje, o delegado deve procurar a família na tentativa de localizar o aparelho celular da vítima. De acordo com um tio, ele vinha recebendo ameaças.

O jovem foi executado com quatro tiros, sendo três na cabeça e um no pescoço. Ele ainda foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu entrando no Hospital Regional Álvaro Fontoura.

Testemunhas afirmam que os tiros teriam partido do piloto de uma motocicleta YBR roxa. “Ele freou a motocicleta bruscamente, parou, disparou umas cinco vezes e fugiu no sentido Flávio Garcia”, comentou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions