A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

17/06/2018 09:45

Suspeitos de atentado a prefeito são presos fugindo para a Capital

O casal foi preso por volta das 23h30 de ontem (16) na BR-163, na região de Rio Brilhante, distante 163 quilômetros da Capital

Viviane Oliveira e Geisy Garnes
Pistoleiro foi preso enquanto tentava fugir para Campo Grande (Foto: divulgação/Polícia Civil)Pistoleiro foi preso enquanto tentava fugir para Campo Grande (Foto: divulgação/Polícia Civil)
Gabriel Queiroz, 26 anos, e a mulher dele, Djuly Priscilla Couto, 28 anos (Foto: divulgação/Polícia Civil) Gabriel Queiroz, 26 anos, e a mulher dele, Djuly Priscilla Couto, 28 anos (Foto: divulgação/Polícia Civil)

Dois dias após atentado ao prefeito de Paranhos, Dirceu Bettoni (PSDB), ferido a tiros na noite de quinta-feira (14), casal suspeito pelo crime foi preso por volta das 23h30 de ontem (16) na BR-163, na região de Rio Brilhante, distante 163 quilômetros de Campo Grande.

O pistoleiro Gabriel Queiroz, 26 anos, e a mulher dele, Djuly Priscilla Couto, 28 anos, tentavam fugir para Campo Grande, quando foram detidos por equipe do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros).

Conforme a Polícia Civil, Gabriel pilotou uma motocicleta até determinado ponto, depois abandonou o veículo e entrou no VW Gol, de cor roxa, que a esposa conduzia. Ele, que tem várias passagens por roubo e disparo de arma de fogo, recebeu R$ 20 mil do mandante para executar o crime. Segundo o delegado do Garras, Fábio Peró, nome do mandante e a motivação ainda não serão divulgados para não atrapalhar as investigações. 

Caso - Dirceu chegava em casa na Rua Marechal Dutra, no Centro de Paranhos, quando foi surpreendido pelos atiradores. Os familiares da vítima escutaram ao menos seis tiros, sendo que três atingiram o prefeito. Os disparos de um revólver calibre 38. acertaram a cabeça, boca e abdômen da vítima. Ele foi socorrido ao hospital da cidade, mas devido à gravidade foi encaminhado para uma unidade de saúde de Dourados, onde continua internado. 

Dirceu Bettoni exerce o seu terceiro mandato como prefeito do município que fica a 469 quilômetros da Capital. Disputas de terra no Paraguai seria um das motivações para o crime, segundo informação extraoficial.

Carro que foi utilizado pelo casal para fugir (Foto: divulgação/Polícia Civil)Carro que foi utilizado pelo casal para fugir (Foto: divulgação/Polícia Civil)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions