A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/03/2008 14:15

TCU faz entidade ligada ao MST devolver R$ 3,8 milhões

Redação

Os responsáveis pela Anca (Associação Nacional de Cooperação Agrícola) terão de devolver R$ 3.801.600,00 aos cofres públicos.

A entidade ligada ao MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) terá que devolver o dinheiro por ordem do TCU (Tribunal Contas da União) porque é acusada desviar o dinheiro que deveria ser aplicado para a alfabetização de jovens e adultos em 23 unidades federativas. A verba é resultado de convênio firmado entre o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) e a Anca.

O ministro-relator do processo no TCU, Benjamin Zymler, recomendou a aplicação da multa após receber relatório feito por uma equipe de auditores do Tribunal. Os técnicos concluíram que o dinheiro que deveria ter sido aplicado para a alfabetização de 30 mil jovens e adultos, além da capacitação de dois mil profissionais não teve os devidos fins.

Segundo os técnicos, não foram localizados extratos bancários retratando a movimentação financeira nas secretarias estaduais, cadastro de educadores e alunos, listas de presença, relatórios de atividades desenvolvidas e de resultados, entre outros.

De acordo com os técnicos, a prestação de contas apresentada pela Anca reuniu apenas relações nominais assinadas pelos beneficiários da bolsa-auxílio e de extratos bancários da conta do convênio em nome da associação, com os lançamentos dos valores distribuídos. Porém, nas unidades favorecidas pelos repasses, não houve tanto controle, segundo as investigações.

A Anca também não realizou uma série de atividades previstas no contrato com o FNDE, entre eles um seminário para formação e capacitação de alfabetizadores.

(Com informações da Folha On Line)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions