A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018

06/08/2008 14:18

Telems Celular não consegue retirar nome da dívida ativa

Redação

A Telems Celular S.A., atual Vivo, em julgamento realizado ontem pelo TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) teve novamente indeferido o pedido de reapreciação da tutela antecipada para receber o direito de não ter o nome inscrito na dívida ativa do Estado, por multa de R$ 800 mil, até que seja julgada a ação principal.

A decisão foi dada em resposta a um agravo interposto pela empresa ao governo estadual e já havia sido indeferido o mesmo pedido de antecipação de tutela em 2006, quando a Telems Celular entrou com ação para anular o processo administrativo instaurado pela Superintendência do Procon/MS devido ao registro de 1.859 reclamações de consumidores em 2004.

Desta vez, a Telems Celular efetuou o depósito judicial de R$ R$ 856.619,50, correspondente ao valor atualizado da multa e fez o requerimento para reapreciação da tutela antecipada, que foi negado.

O desembargador relator do processo, Josué de Oliveira, afirmou que os argumentos da empresa não constituem prova segura o bastante para comprovar o direito antecipado. Para ele, tanto em sua defesa administrativa quanto em juízo ela não nega ter infringido o Código do Consumidor e apenas pede a anulação da multa imposta por alegar irregularidade na constituição do auto de infração e do procedimento administrativo.

Quanto ao depósito do valor, para o desembargadr não tem nenhuma utilidade prática porque a ação movida pela empresa visa a anulação do processo que deu origem à multa, não tendo como objetivo o pagamento ou a rediscussão do montante. (Com informações do sit do TJ/MS)

MEC vai propor nova estrutura para cursos de pedagogia
O Ministério da Educação (MEC) vai encaminhar ao Conselho Nacional de Educação (CNE), na próxima semana, uma proposta de modificação dos cursos de pe...
Motoristas envolvidos em contrabando terão habilitação cassada
O motorista que for condenado por dirigir veículo usado para receptação, descaminho ou contrabando de mercadorias terá sua carteira de habilitação ca...
STF decide que Ministério Público pode cobrar multas de ações penais
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (13) que o Ministério Público tem competência para ajuizar ações de cobrança de multas definidas em con...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions